Circuito Mundial

John John abandona o Tour

Depois de participar dos Jogos Olímpicos no Japão, o havaiano John Florence volta pra casa e anuncia que está fora das próximas etapas do circuito mundial.

0
Depois de disputar os Jogos Olímpicos no Japão, John Florence sai andando do CT, para se recuperar 100% da lesão no joelho. Foto: Sean Evans  / ISA

Conforme adiantamos na reportagem intitulada “Fora do Tour?“, apenas dois dias após o retorno às ilhas havaiana depois das Olimpíadas de Tóquio, John John Florence anuncia pelo Instagram que não participará dos últimos eventos do Circuito Mundial da temporada 2021 da World Surf League.

“Foi uma decisão muito difícil de tomar, mas não estou 100% curado da minha cirurgia no joelho e estou tentando fazer a coisa certa para minha saúde e meus objetivos futuros”, diz Florence.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por John john Florence (@john_john_florence)


Na semana passada, ele fez história ao ser um dos 20 surfistas masculinos a entrar na primeira competição de surfe nas Olimpíadas.

No entanto, a estadia de Florence em Tóquio foi mais curta do que o esperado, já que ele foi eliminado dos Jogos pelo companheiro de equipe dos EUA, Kolohe Andino, na terceira rodada.

“A oportunidade de surfar em Tóquio foi única na vida e um risco que eu estava disposto a correr”, disse Florence. “Mas, olhando para o resto do ano e conversando com minha equipe médica, o melhor passo em frente é continuar com a fisioterapia pelos próximos 60 dias”.

O bicampeão sofreu uma lesão no joelho durante o Margaret River Pro em maio, que o deixou afastado por três eventos do CT antes de sua participação em Tóquio.

Florence está atualmente em 10º lugar no ranking mundial desta temporada, com planos para estar totalmente saudável e competir pelo Pipe Masters na abertura da próxima temporada.

“Quero ter certeza de que não há nada que me impeça de competir e surfar da maneira que desejo a longo prazo”, disse Florence. “Estarei pronto para ir ao Pipe Masters e animado para competir! Boa sorte a todos que ainda estão na corrida pelo título mundial – será um final de ano emocionante! Obrigado por todo o apoio”, encerrou.

Os dois próximos eventos da WSL na temporada serão no México e Taiti, com o brasileiro Gabriel Medina na busca pelo seu terceiro título mundial. Hoje ele lidera o Tour com mais de 13.000 pontos de vantagem para o segundo colocado, além de ser o único que já está garantido no WSL Finals. Italo Ferreira e Filipe Toledo, no momento também integram o seleto grupo dos Top 5 do ranking, bem como o australiano Morgan Cibilic e o norte-americano Griffin Colapinto.

Leia mais

O formato da decisão