Novo adiamento

Condições do mar não melhoram e Billabong Pipe Masters permanece adiado no North Shore havaiano.

1
WSL aguarda por melhores condições em Pipeline. Foto: © WSL / Heff.

Depois de promover duas chamadas nesta quinta-feira, a World Surf League optou por manter o Billabong Pipe Masters adiado no North Shore de Oahu, Havaí.

A forte ondulação que atingiu seu ápice na última quarta-feira, segue com formação irregular em Pipeline, devido à influência do vento nordeste, uma mistura de maral com lateral.

O swell tende a continuar diminuindo nesta sexta-feira, especialmente a partir da tarde, e os ventos devem seguir soprando de nordeste com intensidade moderada, virando para leste no sábado, quando a ondulação cai ainda mais.

Os dias 17 e 18 de dezembro (domingo e segunda) podem receber uma ondulação de noroeste com intensidade moderada e ventos mais leves.

A próxima chamada acontece nesta sexta-feira, às 15:30h (horário de Brasília).

Veja abaixo como estão as condições do mar em Pipeline neste momento:

Billabong Pipe Masters

Baterias pendentes da primeira fase

10 Sebastian Zietz (HAV), Adrian Buchan (AUS) e Ian Gouveia (BRA)
11 Joel Parkinson (AUS), Connor O´Leary (AUS) e Leo Fioravanti (ITA)
12 Mick Fanning (AUS), Frederico Morais (POR) e Italo Ferreira (BRA)

Confrontos já definidos da repescagem

1 Gabriel Medina (BRA) x Dusty Payne (HAV)
2 Owen Wright (AUS) x Ethan Ewing (AUS)
3 Julian Wilson (AUS) x Benji Brand (HAV)
4 Matt Wilkinson (AUS) x Stuart Kennedy (AUS)

Confira as chances matemáticas dos candidatos ao título:

– Se John John for primeiro ou segundo, garante o título mundial;

– Se John John for terceiro ou quinto, Medina precisa vencer a etapa para conquistar o título;

– Se John John for nono, Medina precisa do segundo lugar e Jordy da vitória;

– Se John John for 13o ou 25o, Medina precisa do quinto lugar, Jordy do segundo e Julian Wilson da vitória

Clique aqui para ver todos os cenários possíveis.