Pe’ahi no trilho

Big rider brasileira Michaela Fregonese bota pra dentro da onda da vida em Jaws, Havaí.

0

Uma das finalistas do Jaws Big Wave Championships, a big rider brasileira Michaela Fregonese vem se destacando nesta temporada havaiana. Na última terça-feira (31), um dia depois de descer as ladeiras de Waimea, a surfista desembarcou na ilha de Maui para encarar novamente as ondas nervosas de Pe’ahi.

Na companhia do veterano big rider e shaper Jorge Pacelli, Michaela acabou descolando um lindo tubo no pico, em uma sessão de tow-in que contou com a presença de nomes como Kai Lenny, Nathan Florence e Ian Walsh e realizada em condições adversas no pico havaiano.

“Acordamos cedo e fomos de jet-ski para Jaws. Já sabíamos que não era dia de remada por conta do vento, que estava muito forte, então era dia de testar minha gunzeira feita pelo Pacelli só para mar gigante mesmo! Mas, assim que saímos, já notamos que o vento estava muito mais forte do que imaginávamos”, relata Fregonese, que em 2019 foi campeã do evento de ondas grandes em Itacoatiara, Niterói (RJ).

“Ficamos um pouco decepcionados com tanto vento, mas precisava tentar pelo menos uma onda, só não queria ser a primeira a abrir a sessão (risos). Kai Lenny logo pegou uma e depois foram Ian e Nathan. Fui me animando e consegui pegar duas ondas menores, mas com muita dificuldade por causa dos bumps gigantescos”, continua a atleta.

Depois de descansar um pouco, Michaela voltou para água e, mesmo sob forte chuva, desceu uma das ondas mais lindas do dia, a melhor de sua vida segundo a própria atleta em depoimento exclusivo ao Waves.

“O Jorge apontou para a onda e disse que era boa. Acabei soltando o cabo um pouco antes, o que foi bom, porque me deixou mais deep. Quando desci na base e olhei o tamanho da parede, percebi que a onda ia rodar e só havia um caminho pra não cair nem tomar a ‘lipada”, descreve Fregonese.

“Projetei a prancha pra dentro da onda e quando vi já estava dentro do maior tubo da minha vida. Tinha muita energia e dava pra ver os jets no canal. Com a ajuda da baforada, já saí com as mãos pro alto, sem acreditar no que estava acontecendo. Foi a melhor onda da minha vida, com certeza!”, comemora a surfista.

“Tubo sempre foi a minha manobra preferida, já tem alguns anos que tinha o sonho de pegar um tubo em Jaws e graças ao Jorge Pacelli e a energia deste lugar deu tudo certo!”, finaliza Michaela, que decidiu estender a sua permanência no Havaí só para encarar esta ondulação.

View this post on Instagram

E pra fechar o ano com chave de ouro, hoje peguei meu primeiro tubo em JAWS ! Sempre tive este sonho e hoje graças ao @jorge.pacelli tive a bênção de Deus dele me colocar nesta onda com a prancha mágica @pacellimodel que ele fez e o resto é só apertar o play ! Sem duvida um ano de muitas realizações na minha carreira de Big Rider! Dedico este tubo a toda minha família já que abri mão de passar natal e ano novo com eles pra me dedicar às ondas grandes e valeu a pena, fecho os olhos e lembro da imagem do Lip rodando eu colocando no limite de lá de dentro do tubo eu via os jets no canal até sair do tubo e agradecer a Deus e a vida ! Feliz 2020 galera ✨✨✨ está imagem e do amigo do Jorge do celular, obrigada !! If someone knows ho has the highest quality image, please let me know… aloha ✨ Mahalo pacelli!!! : : @mfchawaiibrasil @mfchawaii @clinicanautilus @humbukbikinis @ready2_travel @ready2fly_imagens_aereas @Ipanema_pilates @protetorbrazinco @mormaiiwomen : : : @drsachagulincrivellaro @drasannylouro @jorgeitapua @leonardopaternot @thsports_

A post shared by Michaela 🌊 (@michaelafregonese) on