Medina pistola

Gabriel Medina relembra momento em que pensou em dar uma pausa no circuito mundial.

0

Em novo episódio de Quarentena SAF, Gabriel Medina relembra o momento em que mais ficou chateado no Tour e admitiu que chegou a conversar com Charles sobre dar uma pausa no circuito.

O bicampeão mundial também falou sobre a dificuldade em treinar no Havaí. Apesar de ter Pipeline entre suas ondas favoritas, ele não nega o stress que é tentar pegar uma onda boa em meio ao crowd feroz.

“O Havaí é muito chato de surfar. É uma luta pra pegar uma onda em Pipe antes de começar o campeonato. A gente pega as que sobram, treina com o que dá. Meu pai sempre diz que preciso surfar ali pra acostumar, mas por mim eu não surfaria ali pra não ficar estressado”, confessa Gabriel.

Medina também ressaltou sua longa relação Johnny Cabianca e a confiança no trabalho do shaper: “Hoje em dia consigo competir minhas baterias sem nem testar as pranchas. Coloco o deck e vou pra água”.