Miguel levanta debate

Miguel Pupo divide opiniões na web com debate sobre o surfe em tempos de quarentena.

0
Miguel Pupo está sem surfar há 13 dias e expõe indignação com quem não respeita a quarentena.

Através das redes sociais, o Top brasileiro Miguel Pupo resolveu expor sua insatisfação com a proibição do surfe no litoral norte paulista, enquanto, de acordo com ele, outras pessoas continuam frequentando a praia e aparentemente não estão respeitando as recomendações de isolamento social para combater a pandemia do novo coronavírus.

“Estava conversando com meus pais e entramos nesse assuntos de surfar ou não surfar, e muita gente mandando mensagem falando que eu deveria ficar em casa para dar o exemplo”, disse Miguel em post no último domingo (29) em seu perfil no Instagram. “Já faz 13 dias que não surfo, mas daí eu saio nas ruas para ir ao mercado e vejo pessoas caminhando, indo em direção à praia de manhã”, comentou Miguel, que reside em Maresias, São Sebastião, litoral norte paulista.

Vale lembrar que desde o dia 16 de março, o município de São Sebastião suspendeu o alvará de funcionamento de hotéis, pousadas e restaurantes para não receber mais turistas durante o surto de Covid-19. Além disso, a Prefeitura reforçou a fiscalização para que as pessoas não frequentem à praia e façam seu papel para conter a propagação do vírus no local.

“Aí eu fico me perguntando… Que legal que as pessoas estão se exercitando, tendo essa iniciativa de ser saudável. Vejo três ou quatro pessoas ali na estação de exercício na praia, fazendo barra, mas aí eu me pergunto, onde é que entra o surfe nessa história? O surfe é ou não é um exercício físico? Eu acredito que seja”, desabafou Miguel, que ganhou o apoio do bicampeão mundial Gabriel Medina, também local de Maresias, nos comentários.

“Não estou surfando para não incentivar a galera de ir pra praia, mas ao mesmo tempo todos os dias têm uma galera caminhando, curtindo a praia do mesmo jeito, que eu acho que é até pior do que ir surfar. Então não sei o que vocês acham, mas estou com essa dúvida na minha cabeça. Acho que o surfe não deixa de ser um exercício físico também. Enfim, se quiserem proibir, que seja válido para todos. E assim não só que está na água, porque proibir o exercício dentro da água, e a praia estar cheia de pessoas caminhando, não faz muito sentido pra mim”, finalizou Miguel.

Além de Gabriel Medina, o irmão de Miguel, Samuel Pupo, e outros nomes como Caio Ibelli, João Chumbinho, Gabriel O Pensador, Lucas Vicente, Silvana Lima, Matheus Navarro e o ator Paulo Vilhena também se manifestaram nos comentários e dividiram ainda mais as opiniões dos internautas.

View this post on Instagram

A post shared by Miguel Pupo (@miguelpuposurf) on