Surfe Proibido

Maioria cumpre decreto no Rio

Sábado (20) amanhece com ondas no Rio de Janeiro, mas a maioria dos surfistas respeita decreto do prefeito que proíbe o esporte nas praias da cidade.

0
Guardas Municipais e crowd na Praia da Macumba.

O primeiro dia do fim de semana de surfe proibido no Rio de Janeiro amanheceu com praias vazias. Mesmo com boas ondas rolando em alguns picos das zonas sul e oeste da cidade, a maioria respeitou o decreto do prefeito Eduardo Paes, que proíbe a permanência na praia, além da prática de esportes, mesmo os individuais como o surfe.

A Guarda Municipal marcou presença nas praias e retirou algumas pessoas da faixa de areia, além de ter rebocado diversos carros estacionados na orla, o que também está proibido. Até o momento não há relatos de surfistas impedidos de entrar no mar ou sendo expulsos da água.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Resenha das Ondas (@resenhadasondas)

Na zona sul, o Pontão do Leblon funcionou com ondas de qualidade razoável, e alguns surfistas apareceram, porém por volta das 11h já não tinha ninguém na água. Naquele momento o vento leste já atrapalhava as condições para a prática do surfe. Na zona oeste, rolou crowd nas boas ondas da Praia da Macumba, mesmo com a presença de guardas municipais nas areias.

O decreto do prefeito vale até às 5h desta segunda-feira (22). Novas medidas serão anunciadas ao longo do mesmo dia.