Nazaré Surfing Challenge

Chumbo e Maya imbatíveis

Lucas Chumbo e Maya Gabeira vencem o Nazaré Tow Surfing Challenge, nesta quinta-feira (10), em Portugal.

0

A manhã desta quinta-feira (10) começou animada com a disputa do Nazaré Tow Surfing Challenge, em Portugal. Lucas Chumbo foi campeão da Melhor Performance Masculina e também da categoria por Equipes, ao lado do português Nic Von Rupp. Em ondas de mais de 40 pés, o brasileiro mostrou superioridade com o estilo agressivo e progressivo de surfar ondas grandes.

Nic e Chumbo formaram a dupla depois que Kai Lenny, parceiro original de Lucas, não pôde comparecer. Kai irá disputar a partir de amanhã (11) o Hurley Pro Sunset, no Havaí. Já o parceiro original de Nic, Pedro Scooby, está participando do Big Brother Brasil por isso também não esteve presente.

Lucas Chumbo protagoniza show de surfe em Nazaré.

Mas a dupla recém formada teve sucesso. Nic puxou Lucas em boas ondas e o brasileiro somou 21,06 para sacramentar a vitória. Chegou a mandar um aéreo Alley Oop para entrar em uma onda de mais de 8 metros de face. “Estamos super felizes, tivemos uma conexão especial lá fora. Estávamos sempre à procura das mesmas ondas e é por isso que acho que fomos a combinação perfeita”, disse Chumbo.

“Foi uma ótima oportunidade, sempre admirei Chumbo”, disse Von Rupp. “Ele é o cara que sempre supera os limites e seus próprios limites, então é um prazer competir com ele.”

O recordista mundial Rodrigo Koxa, que já surfou a maior onda da história em Nazaré, levou o Prêmio de Maior Comprometimento, junto com o surfista franco-brasileiro Eric Rebiere.

A defensora do título Justine Dupont feminino sofreu uma lesão logo na primeira onda, ficando de fora do evento junto com sua dupla, o português Tony Laureano. A vitória ficou para Maya Gabeira, que venceu por uma pequena diferença de pontos a outra brasileira Michelle Des Bouillons.

“Foi um dia muito difícil, uma verdadeira montanha russa”, disse Maya Gabeira. “Nós levamos uma surra do mar no início da nossa primeira bateria e senti uma sensação bem ruim na coluna. Antes da minha bateria, eu vi a Justine (Dupont) se machucar, depois o Antonio (Silva), agora o Jamie (Mitchell), então a vibe não estava muito boa lá dentro. Mas, apesar de todo o estresse, segui surfando e fiquei muito feliz por ter o Pierre (Caile) no jet-ski comigo. Ele arrasou e esta foi a minha primeira vitória individual aqui em Nazaré, onde dediquei a maior parte da minha vida”.

Michelle des Bouillons faz ótima apresentação.

Quem também competiu só na primeira bateira foi a dupla portuguesa Antônio Silva e João de Macedo. Antônio sofreu uma concussão na cabeça e a equipe médica não o deixou voltar para água, apesar dele querer.

TUDOR NAZARÉ TOW SURFING CHALLENGE 2022:

Best Team Performance – classificação por equipes:
1: Lucas Chianca (BRA) e Nic Von Rupp (PRT) = 35,36 pontos
2: Jamie Mitchell (AUS) e Rafael Tapia (CHL) = 33,13 pontos
3: Andrew Cotton (ING) e Will Skudin (EUA) = 32,40 pontos
4: Maya Gabeira (BRA) e Pierre Caley (FRA) = 25,90 pontos
5: Rodrigo Koxa (BRA) e Eric Rebiere (FRA) = 25,48 pontos
6: Michelle des Bouillons (BRA) e Ian Cosenza (BRA) = 21,57 pontos
7: João de Macedo (PRT) e Antonio Silva (PRT) = 19,84 pontos
8: Justine Dupont (FRA) e Antonio Laureano (PRT) = 4,34 pontos
9: Axi Muniain (ESP) e Francisco Porcella (ITA) = 0,00

Men´s Best Performance – classificação individual masculina:
01: Lucas Chianca (BRA) – 8,33×2 + 4,40 = 21,06 pontos
02: Jamie Mitchell (AUS) – 6,83×2 + 6,00 = 19,66
03: Andrew Cotton (ING) – 6,50×2 + 5,50 = 18,50
04: Nic Von Rupp (PRT) – 4,90×2 + 4,50 = 14,30
05: Pierre Caley (FRA) – 4,93×2 + 4,33 = 14,19
06: Eric Rebiere (FRA) – 4,83×2 + 4,53 = 14,19
07: Will Skudin (EUA) – 4,90×2 + 4,10 = 13,90
08: Rafael Tapia (CHL) – 4,67×2 + 4,13 = 13,47
09: João de Macedo (PRT) – 4,67×2 + 2,83 = 12,17
10: Rodrigo Koxa (BRA) – 3,83×2 + 3,63 = 11,29
11: Ian Cosenza (BRA) – 4,07×2 + 2,70 = 10,84
12: Antonio Silva (PRT) – 2,90×2 + 1,87 = 7,67
13: Antonio Laureano (PRT) = 0,00
14: Axier Muniain (ESP) = 0,00
15: Francisco Porcella (PRT) = 0,00

Women´s Best Performance – classificação individual feminina:
1: Maya Gabeira (BRA) – 3,97×2 + 3,77 = 11,71 pontos
2: Michelle des Bouillons (BRA) – 3,70×2 + 3,33 = 10,73 pontos
3: Justine Dupont (FRA) – 2,17×2 + 0,00 = 4,34 pontos

View this post on Instagram

A post shared by Waves (@waves.com.br)