Séries a caminho da Macumba

Etapa do Tour Abrasp começa nesta sexta-feira (3) e vai até o domingo na praia da Macumba (RJ); Raoni Monteiro, Krystian Kymerson, Léo Neves e Victor Ribas estão entre os 72 inscritos que vão atrás da premiação de R$ 30 mil.

0
Leo Neves é um dos nomes confirmados na décima segunda etapa do Tour Abrasp 2018.

Tudo pronto para a segunda etapa do projeto Rio Surf Pro Brasil 2018. Depois da Barra da Tijuca, o Tour Abrasp chega à praia da Macumba a partir desta sexta-feira (3) com os melhores surfistas profissionais do estado do Rio de Janeiro e atletas de todo o país para a segunda etapa do Estadual. A competição oferece a premiação de R$ 30 mil para a categoria Masculina e R$ 10 mil para a categoria Feminina.

Entre os homens são 72 competidores e, ainda, uma fila de espera por uma vaga. Estão confirmados atletas da novíssima geração profissional, como João Chianca, melhor brasileiro classificado no último Mundial Pro Jr da World Surf League. E competidores renomados, como Victor Ribas, terceiro do Mundo em 1999, ainda competindo em altíssimo nível.

Também estarão presentes Raoni Monteiro e Krystian Kymerson, recém chegados da etapa da WSL na Califórnia, além de Léo Neves e José Eduardo, atual número 1 do estado. No Feminino os destaques é a experiente Taís de Almeida, representante brasileira na etapa do Mundial em maio, em Saquarema.

Reduto dos pranchões, a etapa na praia da Macumba contará com disputa na categoria Longboard, para homens e mulheres. Também nesse confronto grandes nomes da modalidade, como o campeão mundial Rodrigo Sphaier e os paulista Carlos Bahia e Aline Adisaka.

Krystian Kymerson chega à Macumba com a liderança do circuito.

Esta será a décima segunda etapa do Tour Abrasp 2018, que já passou pelo Ceará, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo e Paraná antes de chegar ao Rio de Janeiro. O projeto Rio Surf Pro Brasil 2018 será composto por três eventos. Depois da Macumba a próxima parada será na praia de Grumari, em setembro.

Os competidores que participarem das três etapas do Circuito Rio Surf Pro Brasil 2018 estarão concorrendo a um pacote com direito a passagem para Indonésia, translado de Padang para Mentawai e dez dias no Hidden Bay Resort.

Ações sociais Durante o evento será realizada uma campanha de arrecadação de alimentos. Essas serão doadas para a Ação Social Recreio, uma ONG criada em 2015 por moradoras do bairro. A instituição possui sede no Terreirão, 15 voluntárias fixas e conta com o apoio de profissionais de diversas áreas, como psicologia, fisioterapia, fonoaudiologia, dentre outros.

Hoje, a Ação Social Recreio atende cerca de 40 famílias do Recreio, Vargens, Guaratiba e Jacarepaguá, que recebem remédios, doações, cestas básicas, fraldas e etc. Na sede, são realizadas aulas de português, matemática, inglês e alfabetização, de forma gratuita, para as crianças, moradores da região.

Tais de Almeida é uma das favoritas no Feminino.

A instituição também presta apoio a asilos e abrigos locais. A cada 5 Kg doados os participantes dessa ação concorrerão a um número para o sorteio de uma prancha oferecida pela Super Glass. O sorteio será realizado durante a cerimônia de premiação.

Também serão oferecidas seis inscrições gratuitas para surfistas carentes da cidade do Rio de Janeiro. A triagem será feita pela Abrasp, levando em consideração a capacidade técnica do atleta e sua condição social.

Ação ambiental O Rio Surf Pro Brasil 2018 contará com a parceria do Recicla Surf. A ONG ficará responsável pela conscientização ambiental, através de mutirão de limpeza, distribuição de sacolas “biodegradáveis”, oficina sustentável e distribuição de copos.

O objetivo é levar a conscientização ambiental ao maior número de pessoas possível, criando uma atmosfera de proteção e preservação da natureza, com ações de interação coletiva. Como o surf é um esporte atrelado à natureza, as ações de educação ambiental são relevantes.