Julian festeja título

Julian Wilson supera Ryan Callinan na final do QS 5.000 e comemora primeira vitória no ano; Ian Gouveia fica em terceiro lugar.

0
Julian Wilson vence na cidade onde vive atualmente.

Assim como na categoria feminina do Sufest Newcastle Pro, a masculina também teve final australiana e entre atletas da elite. Se no sábado deu Bronte Macaulay sobre Macy Callaghan, nesse domingo Julian Wilson superou Ryan Callinan na final do QS de nível 5.000 e comemorou seu primeiro título em 2020. Único brasileiro nas finais, Ian Gouveia parou na semi numa das melhores baterias de todo o evento, vencida por Ryan.

Clique aqui para ver as fotos

Julian, que atualmente mora na região australiana de Merewether, em New South Wales, palco da prova, empatou no placar da final com Ryan (14.27 x 14.27), local da praia e que poderia ser o primeiro surfista da região a vencer o evento, porém o primeiro teve a maior nota do duelo (8.50) e venceu nas ondas irregulares que passaram de 1 metro.

“É uma sensação muito boa”, disse Julian após a final. “Essa comunidade é inacreditável e existe muito apoio. Ganhar e dividir a final com Ryan é realmente especial. Eu puder ver quanta pressão ele teve sobre os ombros aqui, e foi realmente especial conseguir a vitória”.

Julian começou melhor a final, mas no último terço Ryan pegou duas ondas em sequência, e de backside acertou duas manobras em cada. Na primeira arrancou 6.50 e passou a precisar de 7.78 para vencer. Instantes depois anotou 7.77 e empatou no somatório, mas perdeu o título.

“Foi uma semana muito especial para mim. Normalmente fico muito abalado, mas realmente tentei abraçá-la”, disse Ryan sobre o apoio de sua cidade natal. “Competimos em todo o mundo e há muita gente assistindo. Todo mundo aqui me observa e realmente me empolga, sentir isso na carne foi ótimo. Toda vez que eu corria para me aquecer, havia centenas de pessoas aplaudindo e gritando. Isso mostra um lado de Newcastle que eu amo. Adoro fazer parte disso”, falou o aussie.

Julian Wilson e Ryan Callinan na festa do pódio.

Ian Gouveia – Para chegar na final, Ryan teve que passar por Ian Gouveia na semi, numas das melhores disputas de todo o Surfest Newcastle Pro. Nesse domingo Ian foi melhorando a cada bateria. Nas oitavas venceu o francês Kauli Vasst com as notas 6.50 e 5.67. Nas quartas passou pelo australiano Reef Heazlewood, que vinha empolgado de boa vitória nas oitavas. Ian anotou 7.33 e 6.77 e venceu por 14.10 a 13.00.

A semi foi demais. O caldo engrossou mesmo perto dos dez minutos finais, quando Ryan soltou três fortes batidas de bakside com um estilo limpo e fluído. O australiano chegou a ganhar nota 10 de um dos juízes, e ficou com a média 9.50 pontos. Ele, que já estava na frente, mas por pequena diferença, disparou na frente.

Ryan Callinan ataca de backside para arrancar uma nota excelente.

Mas o brasileiro não se abateu e logo pegou uma esquerda, deu uma rasgada curta e acertou um aéreo full rotation. Ryan não deu nem tempo de Ian respirar e também pegou uma esquerda, executando uma rasgada alongada e um aéreo reverse. A nota do brasileiro foi 8.60 e a do australiano 8.80.

Ian foi atrás dos 9.70 que precisava. O brasileiro manteve a calma e a prioridade, e quando restavam menos de dois minutos para o término do duelo, pegou outra canhota, acelerou e voou em outro aéreo, mas reverse e com uma das mãos na borda. A nota 8.50 não alterou o resultado, mas fez Ian sair de cabeça erguida da competição, em terceiro lugar. A posição valeu 3250 pontos no ranking e US$ 3.850,00 de premiação.

Ian Gouveia decola alto para um high score.

“Sinto como se estivesse surfando muito bem, especialmente na semifinal, e é assim que quero surfar a cada bateria. Eu acho que essa foi uma das melhores performances que já tive numa disputa. A sua cidade natal é o lugar que você mais deseja ganhar, mas também é o mais difícil. Há muita pressão, porque muitas pessoas querem que você vença”, comentou Ryan.

Sydney Surf Pro – Agora as atenções se voltam para o Sydney Surf Pro, primeiro evento Challenger Series do QS, que vale 10.000 que começou nesse domingo e que também tem disputas masculinas e femininas.

Resultados do Surfest Newcastle Pro

Final

Campeão: Julian Wilson (AUS) 14.27 (vencedor por ter a maior nota do confronto 8.50)
Vice-campeão: Ryan Callinan (AUS) 14.27

Semifinais

1 Julian Wilson (AUS) 14.83 x 12.70 Alonso Correa (PER)
2 Ryan Callinan (AUS) 18.30 x 17.10 Ian Gouveia (BRA)

Quartas de finais

1 Julian Wilson (AUS) 16.80 x 16.07 Joan Duru (FRA)
2 Alonso Correa (PER) 11.00 x 10.67 Charly Quivront (FRA)
3 Ian Gouveia (BRA) 14.10 x 13.00 Reef Heazlewood (AUS)
4 Ryan Callinan (AUS) 14.87 x 14.24 Matt Banting (AUS)

Oitavas de final

1 Julian Wilson (AUS) 13.70 x 5.53 Mitch Crews (AUS)
2 Joan Duru (FRA) 8.57 x 6.87 Liam O’Brien (AUS)
3 Alonso Correa (PER) 10.50 x 7.10 Marco Giorgi (URU)
4 Charly Quivront (FRA) 9.50 x 9.14 Billy Stairmand (NZL)
5 Ian Gouveia (BRA) 12.17 x 7.83 Kauli Vaast (FRA)
6 Reef Heazlewood (AUS) 14.76 x 9.10 Sebastian Zietz (HAV)
7 Matt Banting (AUS) 14.24 x 11.07 Beyrick De Vries (AFR)
8 Ryan Callinan (AUS) 14.80 x 6.94 Nat Young