Maresia Pro Taíba

Tops estreiam neste sábado

Neste sábado (30) os profissionais começam a disputa por uma premiação de R$ 10 mil na praia da Taíba (CE), com transmissão ao vivo pelo canal do Youtube da Federação Cearense.

0

A paradisíaca Praia da Taibinha, localizada a cerca de 70km de Fortaleza (CE), município de São Gonçalo do Amarante, é palco do Maresia Pro Taíba, segunda etapa do Circuito Cearense de Surf, que acontece até este domingo (01/05) e redefine o ranking de um dos esportes mais populares do estado.

Surfistas de todo o litoral cearense e de diversos estados do Nordeste estão presentes para disputar os títulos de 16 categorias no certame 2022, com premiação que distribui R$ 10 mil entre os Profissionais, além de blocos Teccel para os vencedores das categorias amadoras, além de troféus e kits para todos os finalistas.

Na sexta-feira (29) foram definidos os campeões das categorias Sub 18, Sub 16, Sub 14 e Local, com as primeiras mudanças no ranking das principais categorias de base.

Entre os aspirantes a astros da Sub 18 o grande campeão foi o atleta Raoni Rocha, que mostrou muita intimidade com as ondas da Taibinha para conquistar o lugar mais alto do pódio e assumir a liderança do circuito na mais importante categoria de base da competição. Em segundo ficou o xará do bicampeão mundial havaiano, John John Alves, com o potiguar Rafael Barbosa em terceiro e Alex Gonçalves na quarta colocação.

Na Sub 16, o destaque ficou por conta do domínio potiguar no topo do pódio, com Gustavo Diniz em primeiro e Rafael Barbosa na segunda colocação. Na terceira e quarta colocações, os cearenses Alessandro Costa e John John Alves. Com o resultado, Alessandro Costa é o novo líder do ranking da categoria.

Na Sub 14, Victor Santos, do Rio Grande do Norte, foi o grande nome, conquistando a vitória e assumindo a liderança do ranking. Cearenses Carlos Emanuel, Carlos Halen e Phelipe Silva completaram o pódio em segundo, terceiro e quarto lugar.

Entre os Locais, o destaque foi Guilherme Sessé, que usou o conhecimento do pico para escolher as melhores ondas e faturar o título da categoria, com Pedro Jocélio em segundo, Natanael em terceiro e Wemerson na quarta colocação.

Categorias em disputa – Masculino Sub 08, Sub 10, Sub 12, Sub 14, Sub 16, Sub 18, Open (sem limite de idade), Local (sem limite de idade); Profissional (sem limite de idade), Master (a partir de 35 anos), Kahuna (a partir de 45 anos), Legend (a partir de 55 anos), Longboard Open (sem limite de idade) e Longboard Master (a partir de 35 anos); Longboard Feminino (sem limite de idade), Feminino Junior (Sub 18 anos) e Feminino Open (sem limite de idade).

Masters em Grande Forma – Um dos maiores destaques entre as categorias amadoras foi a performance do atleta Phelipe Maia, que cravou não somente a maior nota (8,75), como também o maior somatório (15,75) garantindo uma das vagas na final deste domingo, mostrando que os Masters estão cada vez mais condicionados e conseguindo combinar experiência e performance entre os amadores.

Profissionais entram em cena Neste sábado é a vez de os Profissionais entrarem no mar, com oito baterias da Fase 1 a partir do meio-dia. A expectativa é que o mar proporcione boas ondas para a principal categoria da competição. No domingo acontece a decisão para definir o campeão e líder do circuito. Segundo a previsão, deve ser o melhor dia de ondas.

Segundo Amélio Júnior, presidente da Federação de Surf do Estado do Ceará, o cronograma da competição foi alterado para privilegiar os Profissionais e que os maiores astros da competição possam entrar no mar sob as melhores condições de surfe da janela do evento.

“Analisando os gráficos das previsões de ondas juntamente com os atletas, observamos que no domingo a probabilidade de boas ondas é maior que nos outros dias. Então decidimos, com a direção de prova, alocar as baterias da Profissional nos melhores horários, de acordo com as previsões. Por isso algumas categorias já foram definidas”, explicou o dirigente.

História do Circuito Cearense de Surf – Há exatos 33 anos, mais precisamente em 1989, nascia o Circuito Cearense de Surfe, certame que ao longo de mais de três décadas revelou talentos e serviu de base para grandes eventos e que trouxeram para o Ceará alguns dos maiores astros do surfe brasileiro e mundial.

Muitos atletas que integram ou já integraram a elite do surfe mundial, registraram importante passagem pelo Circuito Cearense, como os potiguares Jadson André e o medalhista de ouro olímpico, Italo Ferreira, que tiveram no certame alencarino, um importante degrau na conquista do sucesso profissional.

Gabriel Medina, Filipe Toledo e Adriano de Souza Mineirinho também estiveram no Ceará para participar de eventos nacionais criados a partir da credibilidade construída ao longo dos anos pelo Circuito Cearense de Surf, tido como um dos mais competitivos do Brasil.

E foi essa reconhecida competitividade que possibilitou o surgimento de grandes nomes do surfe brasileiro como Fábio Silva (campeão mundial ISA), Tita Tavares (campeã mundial WQS), Pablo Paulino (bicampeão mundial Pro Junior), Messias Félix (bicampeão brasileiro Profissional), Silvana Lima, nossa representante olímpica, entre muitos outros talentos que contribuíram para colocar o Ceará em um dos lugares de maior destaque no cenário esportivo nacional.

O Circuito Cearense de Surfe orgulha-se por chegar à sua 34ª edição sem nunca ter sido interrompido, o que mostra a grandeza e importância que o esporte dos reis havaianos conquistou desde que chegou aos “Verdes mares bravios… onde canta a jandaia, nas frondes das carnaúbas” (José de Alencar).

Transmissão ao vivo – A galera pode conferir tudo o que rola no Maresia Pro Taíba 2022 pelo canal do YouTube da Federação de Surf do Estado do Ceará. Todos os resultados, estatísticas, ranking e o Livro de Regras do Circuito podem ser acessados nos sites Surfbyte e Maresia.com.br.  Para obter mais informações, Top 16 Promoções (85) 99986-8538, Federação de Surf do Estado do Ceará (85) 98853-8538, amelio.junior@uol.com.br.

Resultados do primeiro dia

Sub 18 Masculino

1 Raoni Rocha (CE)

2 John John Alves (CE)

3 Rafel Barbosa (RN)

4 Alex Gonçalves (CE)

Sub 16

1 Gustavo Diniz (RN)

2 Rafael Barbosa (RN)

3 Alessandro Costa (CE)

4 John John Alves (CE)

Sub 14

1 Victor Santos (RN)

2 Carlos Emanuel (CE)

3 Carlos Halen (CE)

4 Phelipe Silva (CE)

Local

1 Guilherme Sessé (CE)

2 Pedro Jocélio (CE)

3 Natanael (CE)

4 Wemerson (CE)