SIlvana Lima é atração

Classificada aos Jogos Olímpicos, Silvana Lima é a grande estrela do CBSurf Pro Tour em Ubatuba (SP).

0
Silvana Lima inicia preparação para as Olimpíadas de Tóquio.

Classificada aos Jogos Olímpicos de Tóquio, duas vezes vice-campeã mundial e medalha prata na última edição do ISA World Surfing Games, no Japão, a cearense Silvana Lima é a grande atração do CBSurf Pro Tour 2020.

A competição confirmada para os próximos dias 27 a 29 de outubro, na Praia Grande, Ubatuba (SP), marca o retorno das disputas oficiais e a atleta de Paracuru comemora a oportunidade de competir novamente.

Sem disputas no Mundial até o final do ano, ela já adianta que o objetivo será o CBSurf Pro Tour. “Quem bom que o Brasileiro está voltando. Uma coisa que gosto é competir. Ubatuba é demais, a energia é incrível. Nunca competi na Praia Grande, mas todo mundo fala que dá altas ondas e estou super animada”, afirma Silvana. “É bom sentir aquela adrenalina, o friozinho na barriga, rever as meninas, compartilhar um pouco de profissionalismo”, reforça.

A categoria feminina está programada para competir logo no primeiro dia da etapa, na terça-feira, e Silvana terá uma semana agitada. Na quinta-feira, ela completa 36 anos e participará da homenagem em sua terra natal. “O Dia Municipal do Surf é no dia do meu aniversário. Ano passado foi a primeira vez. Estou muito feliz por ser homenageada na minha cidade. Vai ser incrível”, reconhece.

Para ela, as disputas do CBSurf Pro Tour também servirão como treinamento para a sua participação nos Jogos Olímpicos de Tóquio, no próximo ano.

“A preparação tem de ser todos os dias, só pensando na parte positiva para trazer uma medalha para o Brasil. Durante a pandemia está bem complicado, porque não pode viajar muito, mas estou fazendo a minha preparação física na Casa Coluna, que é incrível e estou vendo a evolução dentro e fora d’água. Fico muito feliz. E tem também o apoio do COB (Comitê Olímpico do Brasil), que faz a diferença”, conta.

Silvana estreia na competição ainda no round 1, na quarta bateria, enfrentando dois talentos locais, Açucena Vaz e Luana Coutinho e a catarinense Nathalie Plachi. A cearense Larissa dos Santos, campeã da edição de estreia do CBSurf Pro Tour, em 2018, e a paulista Júlia Santos, atual dona do título do Circuito, também estão confirmadas e escaladas na mesma bateria no segundo round. Sophia Medina, irmã do bicampeão mundial Gabriel Medina e campeã brasileira Sub-16, é outro talento confirmado.

O CBSurf Pro Tour 2020 terá a participação de 144 surfistas, 32 na feminina, com uma premiação de R$ 80 mil, dividida igualmente entre as duas categorias. Os dois vencedores levam para casa R$ 12 mil cada um. As baterias estão disponíveis no site da CBSurf.

Diante da pandemia do Covid-19, o evento contará com um protocolo de segurança, desenvolvido pela Federação Paulista de Surf, em conjunto com a CBSurf e aprovado pelo Comitê de Crise do Coronavírus da Prefeitura. Entre as medidas está a realização da competição em dias de semana, evitando assim possíveis aglomerações na praia.