Open Mexico

Silvana e Tati no Round 3

Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb passam pela primeira fase do Open Mexico em segundo lugar em suas baterias, e se classificam para o Round 3.

0
Silvana Lima está nas oitavas de final.

O Brasil passou ileso pelas disputas femininas do primeiro dia do Open Mexico, a sétima etapa do Tour 2021 da elite do surfe mundial. Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb ficaram em segundo lugar em suas baterias e escreveram seus nomes no Round 3, as oitavas de final.

Clique aqui para ver a reportagem do masculino

Clique aqui para ver as fotos

Logo após a participação dos homens, as meninas foram para a água e aproveitaram muito bem as condições do mar, que melhoraram muito na tarde mexicana. As direitas de Barra de La Cruz de 0,5 a 1 metro com maiores ficaram lisas e elas soltaram as manobras.

Silvana competiu na primeira bateria, que foi muito disputada. Na melhor apresentação, a brasileira fez quatro expressivas manobras de borda, e apesar de errar a junção, colocou 7.40 pontos no somatório. Por causa do erro na finalização, faltou 0,10 para tomar o primeiro posto da australiana Sally Fitzgibbons. Mas a aussei depois ampliou a diferença com a maior nota do confronto, 7.60.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por WSL Brasil (@wslbrasil)

A conterrânea de Sally, Keely Andrew, lutou até o fim para tomar o segundo posto da brasileira, mas não conseguiu chegar nos 6.58 pontos que precisava para evitar a repescagem.

Tati não se abala – A outra brasileira na competição, Tatiana Weston-Webb, entrou no quarto duelo. As adversárias começaram intensas. A norte-americana Cortney Conlogue anotou 7.67 pontos, e a australiana Macy Callaghan conquistou 6.00.

Tati largou atrás com 4.67 pontos, e na segunda tentativa fez apenas 2.17, mas não se abalou. Nas duas direitas seguintes o potente backside da brasileira apareceu, e ela fez 5.37 e 5.87 para se garantir na segunda posição. Courtney disparou com 6.57, e Macy optou por esperar ondas boas e perdeu precisando de 5.24.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por WSL Brasil (@wslbrasil)

Destaques do dia – A havaiana Carissa Moore e a norte-americana Caroline Marks foram as melhores surfistas do dia. As duas conquistaram a maior nota da primeira fase feminina (8.33). A surfista dos Estados Unidos também foi a dona da maior média (15.03). Outra atleta que mandou bem foi a havaiana Malia Manuel, que também arrancou uma nota no critério excelente (8.00).

Próxima chamada – A próxima chamada para o Open Mexico aconteceu nesta quarta-feira (11), às 9h15, para um possível início às 9h35 (de Brasília).

A previsão das ondas indica que as ondas vão ganhar tamanho e qualidade em comparação com a terça-feira. O vento terral está previsto, assim como séries de direitas com 1,5 metro, em média.

Confira mais detalhes em nossas próximas atualizações.

Assista ao Open Mexico ao vivo aqui no Waves.

Open Mexico 2021

Round 1 Feminino

1 Sally Fitzgibbons (AUS) 14.27, Silvana Lima (BRA) 12.90, Keely Andrew (AUS) 11.96
2 Malia Manuel (HAV) 14.93, Johanne Defay (FRA) 11.00, Shelby Detmers (MEX) 7.43
3 Carissa Moore (HAV) 14.96, Bronte Macaulay (AUS) 12.60, Regina Pioli (MEX) 5.07
4 Courtney Conlogue (EUA) 14.24, Tatiana Weston-Webb (BRA) 11.24, Macy Callaghan (AUS) 8.30
5 Stephanie Gilmore (AUS) 13.07, Brisa Hennessy (CRI) 12.60, Isabella Nichols (AUS) 10.94
6 Caroline Marks (EUA) 15.03, Tyler Wright (AUS) 11.97, Sage Erickson (EUA) 11.53

Round 2

1 Isabella Nichols (AUS), Macy Callaghan (AUS), Regina Pioli (MEX)
2 Keely Andrew (AUS), Sage Erickson (EUA), Shelby Detmers (MEX)

Round 1 Masculino

1 Kolohe Andino (EUA) 13.60, Kelly Slater (EUA) 11.00, Kanoa Igarashi (JPN) 10.77
2 Griffin Colapinto (EUA) 13.00, Lucca Mesinas (PER) 11.73, Jadson André (BRA) 9.43
3 Morgan Cibilic (AUS) 10.00, Rio Waida (IDN) 9.70, Deivid Silva (BRA) 8.27
4 Filipe Toledo (BRA) 13.46, Jeremy Flores (FRA) 11.33, Jhony Corzo (MEX) 6.87
5 Mateus Herdy (BRA) 14.13Italo Ferreira (BRA) 13.93, Peterson Crisanto (BRA) 13.03
6 Jack Robinson (AUS) 13.83, Gabriel Medina (BRA) 10.13, Diego Cadena (MEX) 7.90
7 Adrian Buchan (AUS) 11.83, Conner Coffin (EUA) 11.77, Matthew McGillivray (AFR) 11.34
8  Mikey Wright (AUS) 12.73, Owen Wright (AUS) 11.80, Yago Dora (BRA) 10.76
9 Caio Ibelli (BRA) 13.77 Frederico Morais (PRT) 12.77, Alex Ribeiro (BRA) 8.87
10 Leonardo Fioravanti (ITA) 15.17, Ryan Callinan (AUS) 10.13, Connor O´Leary (AUS) 9.50
11 Ethan Ewing (AUS) 15.16, Michel Bourez (TAH) 12.40, Adriano de Souza (BRA) 12.06
12 Miguel Pupo (BRA) 11.43 Wade Carmichael (AUS) 11.37, Seth Moniz (HAV) 10.46

Round 2

1 Kanoa Igarashi (JPN), Peterson Crisanto (BRA), Diego Cadena (MEX)
2 Yago Dora (BRA), Deivid Silva (BRA), Jhony Corzo (MEX)
3 Adriano de Souza (BRA), Jadson André (BRA), Alex Ribeiro (BRA)
4 Seth Moniz (HAV), Matthew McGillivray (AFR), Connor O’Leary (AUS)

Top-10 do ranking 2021 da World Surf League – depois de 6 etapas

1º Gabriel Medina (BRA) – 46.720 pontos
2º Italo Ferreira (BRA) – 33.555
3º Filipe Toledo (BRA) – 32.065
4º Morgan Cibilic (AUS) – 24.610
5º Griffin Colapinto (EUA) – 24.235
6º Kanoa Igarashi (JPN) – 23.545
7º Jordy Smith (AFR) – 22.770
8º Conner Coffin (EUA) – 22.205
9º Yago Dora (BRA) – 20.215
10º John John Florence (HAV) – 19.925
13º Adriano de Souza (BRA) – 15.735
13º Miguel Pupo (BRA) – 15.735
19º Caio Ibelli (BRA) – 13.950
23º Jadson André (BRA) – 11.820
24º Deivid Silva (BRA) – 11.395
26º Peterson Crisanto (BRA) – 10.895
32º Alex Ribeiro (BRA) – 6.915

Top-10 do ranking da World Surf League

1ª Carissa Moore (HAV) – 43.855 pontos
2ª Johanne Defay (FRA) – 34.645
3ª Sally Fitzgibbons (AUS) – 34.270
4ª Tatiana Weston-Webb (BRA) – 33.625
5ª Stephanie Gilmore (AUS) – 29.390
6ª Caroline Marks (EUA) – 28.660
7ª Tyler Wright (AUS) – 27.095
8ª Isabella Nichols (AUS) – 23.555
9ª Courtney Conlogue (EUA) – 21.840
10ª Keely Andrew (AUS) – 19.705