Cidades proíbem o surfe

Cidades californianas de San Clemente e Santa Cruz proíbem a prática do surfe para conter a propagação do coronavírus.

0
Pedro Bala
Pleasure Point, um dos inúmeros picos de Santa Cruz.

Depois de uma semana de crowd em alguns lugares da Califórnia (EUA), duas icônicas surf cities decidiram fechar suas praias para a prática do esporte dos reis: San Clemente e Santa Cruz.

Em San Clemente, mesmo com os estacionamentos fechados pela prefeitura local, o crowd compareceu em peso nesta semana. Assim, autoridades locais baniram o surfe temporariamente em locais como San Onofre, Lowers, Uppers, Middles, Cottons, T-Street e o Píer de San Clemente.

“De fato, essas praias receberam visitantes vindos de outro condados”, diz o comunicado enviado pela California State Parks, que cuida das praias do estado. “Esse tipo de viagem é altamente desencorajada durante a pandemia de Covid-19. Durante estes tempos difíceis, é preciso proteger pessoas, famílias, comunidades e aqueles que estão na linha de frente do combate ao vírus. Agora não é hora de fazer longas viagens para surfar, completa.

Já na gelada Santa Cruz, ao norte do estado, a prefeitura anunciou o fechamento de todas as praias a partir das 23:59 desta quarta-feira (8). Isso também significa não surfar, apesar de relatos locais dizerem que o surfe só será proibido a partir do dia 16 abril. Apesar das dúvidas, infratores estão sujeitos a detenção e multa de US$ 1.000.

“Enquanto a grande maioria dos residentes do condado de Santa Cruz está seguindo as instruções dos agentes de saúde do condado, infelizmente alguns visitantes e membros da comunidade estão tratando essa crise extraordinária como um feriado. Estamos em um momento crítico em nossos esforços para reduzir os impactos da Covid-19 e precisamos garantir que estamos fazendo tudo o que podemos para impedir a propagação desta doença”, diz o comunicado local.

Em meio à pandemia causada pelo coronavírus, as praias de Los Angeles já estavam totalmente fechadas desde o dia 27 de março. A Califórnia é um dos estados mais atingidos pela doença, com 15.865 casos e 374 mortes confirmadas até esta quarta-feira (8).