Força máxima no Japão

Filipe Toledo, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel representam o Brasil no ISA Games em Miyazaki, Japão, de 7 a 15 de setembro.

0
Gabriel Medina é uma das esperanças de medalha no ISA World Surfing Games.

A seleção brasileira já está escalada para o ISA World Surfing Games, entre 7 e 15 de setembro, em Miyazaki, Japão.

Filipe Toledo, Gabriel Medina, Italo Ferreira, Tatiana Weston-Webb, Silvana Lima e Tainá Hinckel vão representar o País no mundial promovido pela International Surfing Association.

O evento é essencial para os atletas que querem participar das Olimpíadas de Tóquio em 2020. Se o surfista convocado não tiver uma dispensa aprovada pela confederação do seu respectivo país, ele não poderá participar dos Jogos Olímpicos. O mesmo critério é válido para o ISA Games do próximo ano, que será disputado antes das Olimpíadas.

Pelo time norte-americano, Kelly Slater terá a companhia de Kolohe Andino, Conner Coffin, Carissa Moore, Courtney Conlogue e Caroline Marks.

A Austrália também terá um time de peso, liderado pela heptacampeã mundial Stephanie Gilomore. Julian Wilson, Owen Wright, Ryan Callinan, Nikki Van Dijk e Sally Fitzgibbons completam a equipe.

Já a França conta com Jeremy Flores, Johanne Defay, Joan Duru, Michel Bourez, Vahine Fierro e Cannelle Bulard.

Pelo Japão, Kanoa Igarashi já confirmou presença. Mesma situação do sul-africano Jordy Smith. As equipes completas serão divulgadas até o dia 27 de agosto, quando acaba o prazo para as inscrições.

O evento conta com as categorias masculina, feminina e equipes. O ISA Games 2019 é um dos caminhos de classificação para os Jogos de Tóquio, atrás do ranking final do Championship Tour 2019 e do ISA Games 2020, consecutivamente.

Para garantir uma vaga olímpica pelo ISA Games deste ano, o atleta precisa terminar a competição entre os quatro melhores, desde que seja da África, Ásia, Europa e Oceania (na América, os Jogos Pan-Americanos serviram para a classificação).

A ordem hierárquica de classificação será pelos eventos abaixo:

1 Championship Tour de 2019: os primeiros 10 homens elegíveis e as primeiras 8 mulheres elegíveis.
2 ISA World Surfing Games de 2020: os primeiros 4 homens elegíveis e as primeiras 6 mulheres elegíveis.
3 ISA World Surfing Games de 2019: 4 homens e 4 mulheres selecionados de acordo com seu continente. Primeiro surfista elegível de cada gênero da África, Ásia, Europa e Oceania.
4 Jogos Pan-Americanos de 2019: o primeiro homem elegível e a primeira mulher elegível.
5 Copa da Nação Anfitriã: será realizada uma copa no Japão para definir os dois representantes do país-sede (um na categoria Masculino e um no Feminino), a não ser que algum surfista japonês garanta sua classificação por outro evento.

O regulamento completo está disponível aqui.