John John de olho em Pipe

Bicampeão mundial John John Florence garante que o joelho está ótimo e mira o Pipe Masters e as Olimpíadas.

0
John John informa que o joelho está ótimo e que o Pipe Masters e as Olimpíadas estão logo ali.

O caminho para as Olimpíadas 2020 de Tóquio, no Japão, ficou muito mais complicado para os norte-americanos Kelly Slater e Seth Moniz. Uma das vagas já é de Kolohe Andino e a outra está entre os dois e John John Florence, que está afastado do Tour desde a lesão sofrida no Brasil, mas ainda tem grande vantagem sobre os concorrentes e pode carimbar de vez a sua vaga na última prova do ano, o Pipe Masters.

Nesta sexta-feira, John John fez um post informando que o joelho operado está ótimo e que está de olho no Pipe Masters e na vaga para as Olimpíadas.

“Lembranças de um período incrível. Animado em fazer um projeto sobre essa viagem e poder dividir com todos em breve”, escreveu o havaiano em um post com imagens de uma viagem de barco. “Agora, de volta para casa e o joelho está ótimo. Empolgado com as oportunidades que estão por vir, Pipe Masters e as Olimpíadas estão logo ali”, finalizou o bicampeão mundial.

View this post on Instagram

Memories of a lifetime. Excited to make a project around this trip to share with everyone soon ⛵️ For now, back home and the knee is feeling great. I’m excited for the opportunities ahead, Pipe Masters and Olympics right around the corner

A post shared by John john Florence (@john_john_florence) on

John John e Seth competem no circuito mundial de surfe representando o Havaí, mas, para o Comitê Olímpico Internacional, eles representam os Estados Unidos, por isso a briga direta entre eles e Kelly Slater pela última vaga.

Seth é o atual 11º no ranking, com 27.535 pontos. Kelly aparece em 13º, com 27.035 pontos. Já John John, que não competiu nos últimos cinco eventos, inclusive o que está em andamento em Portugal, aparece em 8º, com 33.220 pontos. Não era uma tarefa fácil para Seth e Kelly tirarem essa diferença, mas a chance existia. Agora, ela pode diminuir muito caso John John realmente participe da última prova do ano.

John John nunca venceu o evento de Pipeline do circuito da elite do surfe mundial. Em 2013, ele foi vice de Kelly, e em 2017 perdeu a final para o francês Jeremy Flores. No último ano, não participou devido a uma lesão no joelho, o mesmo que voltou a apresentar problemas neste ano e teve de passar por uma cirurgia.

Dez das 20 vagas para o surfe nas Olimpíadas vão sair do ranking final do CT 2019, sendo no máximo dois surfistas por país.