Filipinho em alto nível

Com a incrível marca de 18.26 pontos, Filipe Toledo supera Willian Cardoso e segue em busca do tricampeonato do Open J-Bay; Gabriel Medina e Italo Ferreira também avançam.

0
Filipe Toledo dá novo show no Open J-Bay.

Com outra performance de alto nível, Filipe Toledo seguiu firme na briga pelo tricampeonato do Open J-Bay, etapa sul-africana do Tour.

Clique aqui para ver as fotos

Em confronto brasileiro com Willian Cardoso, Filipe abriu as disputas com 9.43 e disparou de vez na liderança ao mandar 7.00 pontos na segunda onda.

Mas não parou por aí. Totalmente à vontade nas linhas de Jeffreys Bay, o ubatubense radicado na Califórnia arrancou 8.83 dos juízes para alcançar a incrível marca de 18.26 pontos em 20 possíveis, contra 11.33 de Willian.

Gabriel Medina aproveita erros de Ryan Callinan e aplica golpe fatal no adversário.

Quem também está nas quartas é Gabriel Medina, que eliminou o australiano Ryan Callinan.

Callinan começou melhor e liderou o placar com 5.67 e 6.00, mas vacilou no uso da prioridade na reta final da bateria e deu a vitória de bandeja ao adversário.

Faltavam pouco menos de cinco minutos para o término e o brasileiro buscava 9.74 para virar. Quando havia acabado de retornar do inside, Callinan remou em uma onda sem tanto potencial e perdeu a prioridade.

Pouco mais de um minuto depois, uma boa série apareceu e o brasileiro diminuiu vantagem com 5.97.

Em vez de manter a prioridade, Callinan optou por surfar a onda de trás até o inside e não conseguiu ampliar vantagem.

O novo erro custou caro. Medina teve tempo de retornar ao outside e logo foi agraciado com uma boa onda que rendeu 6.97 e a virada.

“Foi uma bateria difícil, está muito devagar lá fora, estou muito feliz em avançar“, disse Medina. “Eu tive que trabalhar muito duro nessa, mas no final tudo valeu a pena. Ryan (Callinan) é um ótimo surfista, ele sempre puxa meus limites em todas as baterias que temos, e sempre foram baterias acirradas. Eu fiquei com a prioridade por quase 20 minutos e nada veio, eu estava apenas pedindo a Deus que por favor me desse uma onda. Eu peguei a primeira, que foi boa, então Ryan pegou a segunda, que foi legal, mas muito rápida. Quando vi a série chegando, sabia que tinha outra chance. Eu nem pensei duas vezes, eu apenas fui nessa e estou muito feliz em avançar”.

Italo Ferreira bate Kelly Slater na última bateria das oitavas.

Já Deivid Silva foi eliminado por Kolohe Andino no duelo seguinte. Em uma batalha acirrada, “DVD” somou 6.83 e 5.90, contra 6.17 e 5.97 do californiano. Com a classificação às quartas, Kolohe ultrapassou o havaiano John John Florence, que ocupava a liderança do ranking mundial, mas sofreu uma nova lesão no joelho em Saquarema (RJ) e teve de abrir mão da briga pelo tricampeonato.

O dia foi de frustração para a torcida sul-africana, com a queda do ídolo local Jordy Smith logo no primeiro confronto do dia.

Jordy fez uma ótima apresentação, mas o australiano Owen Wright estava mais inspirado e descolou 7.93 e 8.30, contra 7.17 e 7.53 de Owen.

Na penúltima bateria das oitavas, Peterson Crisanto bem que tentou, mas foi barrado por Kanoa Igarashi. O japonês naturalizado norte-americano mostrou que está em excelente fase e somou 8.17 e 9.07 para bater Crisanto, autor de 5.50 e 6.23.

Finalizando a rodada, Italo Ferreira passou pelo 11 vezes campeão mundial Kelly Slater. O brasileiro abriu boa vantagem com 7.33 e 6.73, mas viu o adversário reagir com 7.10 e recuperar a prioridade nos minutos finais. Para o azar de Slater, nenhuma série surgiu no horizonte e o placar terminou em 14.06 a 12.20 para o brasileiro.

Ao término das oitavas, a WSL promove as quartas de final da categoria feminina. Confira ao vivo.

Kolohe Andino ultrapassa John John Florence no ranking provisório do Tour.

Oitavas de final

1 Owen Wright (AUS) 16.23 x 14.70 Jordy Smith (AFR)
2 Gabriel Medina (BRA) 12.94 x 11.67 Ryan Callinan (AUS)
3 Kolohe Andino (EUA) 12.73 x 12.14 Deivid Silva (BRA)
4 Adrian Buchan (AUS) 13.43 x 13.00 Ezekiel Lau (HAV)
5 Filipe Toledo (BRA) 18.26 x 11.33 Willian Cardoso (BRA)
6 Sebastian Zietz (HAV) 13.83 x 11.44 Michel Bourez (FRA)
7 Kanoa Igarashi (JAP) 17.24 x 11.73 Peterson Crisanto (BRA)
8 Italo Ferreira (BRA) 14.06 x 12.20 Kelly Slater (EUA)

Quartas de final

1 Owen Wright (AUS) x Gabriel Medina (BRA)
2 Kolohe Andino (EUA) x Adrian Buchan (AUS)
3 Filipe Toledo (BRA) x Sebastian Zietz (HAV)
4 Kanoa Igarashi (JAP) x Italo Ferreira (BRA)

Feminino

Quartas de final

1 Caroline Marks (EUA) 14.44 x 13.10 Stephanie Gilmore (AUS)
2 Carissa Moore (HAV) 17.67 x 12.50 Johanne Defay (FRA)
3 Malia Manuel (HAV) 14.03 x 13.50 Sally Fitzgibbons (AUS)
4 Lakey Peterson (EUA) 14.40 x 11.00 Courtney Conlogue (EUA)

Semifinais

1 Caroline Marks (EUA) x Carissa Moore (HAV)
2 Malia Manuel (HAV) x Lakey Peterson (EUA)