Carlos Argento

Pioneiro falece em Santos

Precursor do surfe na Baixada Santista (SP), Carlos Argento, o Carlinhos Twin, falece vítima de um câncer aos 69 anos.

0
Carlos Argento (à dir.) ao lado do irmão gêmeo Dudu, também falecido: pioneiros do surfe em Santos e fundadores da saudosa marca Twin.Silvia Winik
Carlos Argento (à dir.) ao lado do irmão gêmeo Dudu, também falecido: pioneiros do surfe em Santos e fundadores da saudosa marca Twin.

Pioneiro do surfe no litoral paulista, o santista Carlos Argento faleceu no último domingo (10), aos 69 anos, na Santa Casa de São Paulo, onde estava internado. De acordo com a família, ele lutava contra um câncer há alguns anos.

Carlinhos era irmão gêmeo do também falecido Eduardo Argento, o Dudu, que morreu em 2013. Eles foram os fundadores da surf shop e fábrica de pranchas Twin, uma das pioneiras no mercado nacional.

A paixão pelo surfe aflorou no início dos anos 60, quando os irmãos, então com 13 anos, assistiram ao filme Mar Raivoso no cinema. Logo depois da sessão, eles realizaram a primeira proeza: a construção de uma prancha madeirite, com o auxílio de uma famosa publicação da época, a revista Manchete. Essa história foi contada recentemente no Waves, na matéria O nascimento da Twin.

No início dos anos 70, os irmãos Argento abriram a primeira surf shop do Brasil, localizada em frente à praia de São Vicente. Com visão diferenciada do mercado, abriram uma loja em São Paulo e fincaram o nome Twin como a marca pioneira na nova e promissora indústria do surfe no Brasil.

“Perdemos um companheiro de surfe, que nos impulsionou a sermos da praia. Mas a vida não existe, sem a morte do corpo e a eternização da memória”, diz Diniz Iozzi, o Pardhal, ex-presidente da Associação Santos de Surf, em depoimento ao site Mais Santos.

Criada na raça pelos irmãos Argento, Twin foi a primeira surf shop do Brasil.

A marca também foi pioneira no apoio a competições e patrocínio de atletas, sendo a primeira patrocinadora de Picuruta e Almir Salazar.

“Falar do Carlinhos é falar com orgulho. Nos anos 1970, meu irmão Almir queria aprender a fazer prancha. E a gente frequentava a loja da Twin. Eles (Carlinhos e Dudu) o convidaram e o Almir começou a fabricar as próprias pranchas”, conta Picuruta Salazar.

“Além disso, em 1972, a gente teve o primeiro patrocínio de uma surf shop, e foi por dez anos. Foram os primeiros patrocinadores da família Salazar. Fizeram e fazem parte da história do surfe, e da história da nossa família”, lembra o multicampeão.

Carlos Argento deixa três filhos. O Waves presta condolências à família e amigos do pioneiro.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Picuruta Salazar (@picuruta_salazar)