Groggia beira a perfeição

Edgard Groggia conquista duas notas excelentes e chega perto do 10 com um tubaço na Cacimba do Padre.

0
Edgard Groggia no caminho do high score.

Nesta sexta-feira (14), os tubos apareceram na Cacimba do Padre, em Fernando de Noronha (PE), e o Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest teve excelentes performances com direito a seis notas excelentes, duas delas conquistadas por Edgard Groggia, o grande nome do dia.

Clique aqui para ver as fotos

Clique aqui para ver o vídeo

Groggia competiu duas vezes e fez um high score em cada uma das baterias, sendo 9.57 a maior nota de toda a prova até o momento. “Estou muito feliz, muito feliz mesmo. Até aqui está tudo bem encaixado. Minha segunda nota alta aqui no evento (9.57). Eu estava com a segunda prioridade, mas o Marquinho (Correa) estava um pouco mais afastado e vi que ela (onda) viria pra mim. Ela veio atrás da laje, e eu falei ‘essa é minha, tem que ser minha, vai ser animal, é essa!’. Ela secou, ficou muito buraco e eu dropei despencando. Coloquei (no tubo), e quando estava no meio, pensei ‘pelo amor de Deus, sai, sai’, daí quando baforou eu saí. Foi animal mesmo! Muito feliz com minha performance”, disse o surfista, que marcou também 8.83 nesta sexta-feira.

O guarujaense continuou. “Esse é o meu primeiro QS e a minha primeira fez em Noronha. Só tenho que agradecer a Deus – Ele que colocou pessoas maravilhosas na minha vida pra que tudo isso fosse possível. Estou muito feliz! ‘Bora’ pra cima, o jogo continua, tem mais por vir”, finalizou Edgard Groggia, que nas oitavas de final vai encarar Weslley Dantas.

Weslley chegou até as oitavas após avançar em segundo lugar na primeira bateria do quarto round, vencida por Filipe Toledo. O Top da elite deu show e conquistou 9.07 com um tubaço de backside. Antes, na terceira fase, Filipinho já tinha vencido soltando várias manobras com velocidade e força. Nas oitavas ele vai encarar o francês Joan Duru.

“Agora sim a Cacimba realmente apareceu com altos tubos e deu pra se divertir bastante”, disse Filipe Toledo. “Eu consegui achar aquele tubo muito bom ali no meio da bateria e é isso. Estou fazendo o que eu mais amo, feliz da vida, só aproveitando o máximo e agora é recuperar as energias, curtir um pouco desse paraíso aqui, dar um role, se alimentar bem e focar para amanhã (sábado). Agora começam as baterias homem a homem e aí o bicho pega”.

Filipe Toledo conquista 9.07 num tubo de backside.

Outros surfistas que fizeram bonito nesta sexta-feira no Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest foram o havaiano Mason Ho (8.57), Jadson André (8.00) e Wiggolly Dantas (8.10), que assumiu temporariamente a liderança do QS.

“Eu estou bem focado, as pranchas estão bem encaixadas, estou surfando bem, com sorte também que é importante e foi bom o dia hoje para mim”, disse Wiggolly Dantas. “Estou me preparando bastante desde o ano passado e o mais importante é que estou surfando feliz, pegando as ondas boas, fazendo manobras fortes e vamos com tudo até a final. Esse ano estou voltando firme e forte pra me classificar para o CT de novo, porque sei que tenho potencial. Já estou liderando o ranking, então isso prova que os treinamentos estão dando resultado. Mas, estou procurando focar em bateria por bateria e vamos com tudo para as próximas”.

Wiggolly Dantas assume a liderança do ranking QS.

Próxima chamada – A próxima chamada para o Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest acontece neste sábado, às 7h (de Brasília)

Assista às disputas ao vivo no Waves.

Oi Hang Loose Pro Contest 2020

Terceira fase

Baterias dessa quinta-feira

2 Weslley Dantas (BRA) 12.80 x Joan Duru (FRA) 12.10 x Luke Gordon (EUA) 10.60 x Marco Giorgi (URU) 8.90
3 Edgard Groggia (BRA) 13.00 x Robson Santos (BRA) 12.17 x Willian Cardoso (BRA) 12.00 x Jake Marshall (EUA) 11.57
4 Ian Gentil (HAV) 11.67 x Charly Quivront (FRA) 11.00 x Jhony Corzo (MEX) 9.03 x Luel Felipe (BRA) 8.70
5 Madson Costa (BRA) 12.10 x Jesse Mendes (BRA) 11.50 x Deyvson Santos (BRA) 10.94 x Geovane Ferreira (BRA) 5.83
6 Wiggolly Dantas (BRA) 10.43 x Renan Pulga (BRA) 9.73 x Miguel Tudela (PER) 7.10 x Heitor Alves (BRA) 5.70
7 Lucca Mesinas (PER) 14.17 x Jadson André (BRA) 12.10 x Alonso Correa (PER) 10.16 x Vitor Ferreira (BRA) 4.80
8 Leo Casal (BRA) 13.73 x Cauã Costa (BRA) 13.10 x Vasco Ribeiro (POR) 11.56 x Douglas Silva (BRA) 11.13
9 Alejo Muniz (BRA) 12.96 x Samuel Pupo (BRA) 11.10 x Gatien Delahaye (FRA) 10.60 x Nomme Mignot (FRA) 9.97
10 Noe Mar McGonagle (CRC) 12.20 x Ramzi Boukhiam (MAR) 11.94 x Marc Lacomare (FRA) 11.80 x Pedro Neves (BRA) 8.47
11 Thiago Camarão (BRA) 14.54 x Ian Gouveia (BRA) 12.00 x Marco Mignot (FRA) 10.64 x Guillermo Satt (CHI) 6.70
12 Mason Ho (HAV) 14.97 x Maxime Huscenot (FRA) 12.00 x Luan Wood (BRA) 11.97 x Yago Dora (BRA) 9.34

Alejo Muniz ataca a junção da Cacimba do Padre.

Quarta fase

1 Filipe Toledo (BRA) 16.57 x Weslley Dantas (BRA) 14.83 x Robson Santos (BRA) 9.94
2 Edgard Groggia (BRA) 12.60 x Joan Duru (FRA) 12.33 x Marcos Correa (BRA) 6.53
3 Ian Gentil (HAV) 12.33 x Renan Pulga (BRA) 11.40 x Madson Costa (BRA) 10.43
4 Wiggolly Dantas (BRA) 14.93 x Jesse Mendes (BRA) 13.40 x Charly Quivront (FRA) 13.07
5 Samuel Pupo (BRA) 11.23 x Leo Casal (BRA) 11.03 x Lucca Mesinas (PER) 9.63
6 Jadson André (BRA) 13.33 x Alejo Muniz (BRA) 10.76 x Cauã Costa (BRA) 8.26

Próximas baterias

7 Noe Mar McGonagle (CRC) x Thiago Camarão (BRA) x Maxime Huscenot (FRA)
8 Ramzi Boukhiam (MAR) x Ian Gouveia (BRA) x Mason Ho (HAV)