Festival sacode São Paulo

Com shows, festas e palestras, segunda edição do Red Bull Music Festival acontece entre os dias 23 de novembro e 2 de dezembro em São Paulo (SP).

0
Dubversão Sistema de Som é uma das atrações do Red Bull Music Festival.

O Red Bull Music Festival realiza sua segunda edição em São Paulo, de 23 de novembro a 2 de dezembro, com uma programação que apresenta performances ao vivo, festas e palestras.

Os primeiros artistas internacionais confirmados tocam pela primeira vez no Brasil. Na nova edição do Zonas Limiares, uma celebração de mais de 12 horas embalada por música eletrônica que ocorre do dia 1o/12, há nomes como o clássico DJ de Chicago Jamal Moss, que usa o codinome Hieroglyphic Being e promete revelar sua pesquisa musical de mais de duas décadas em techno, house e jazz.

Além dele, gente que está renovando a cena eletrônica mundial, como Or:la, Avalon Emerson e Rezzett. Entre os brasileiros, revelações da cena paulistana, como o grupo Teto Preto e a DJ e produtora BadSista, também marcam presença.

A cultura do sound system estará no #RBMSP em 2018. A noite Concreto Som Sistema, marcada para o dia 24/11, trará alguns dos principais sistemas de som do país, responsáveis por espalhar, nas periferias e centros de grandes cidades como São Paulo, ritmos como reggae, dub e música jamaicana em geral.

No evento, performam um dos coletivos mais famosos do estilo, o Dubversão Sistema de Som, e a rainha do dancehall brasileiro, Lei di Dai.

Outra atração é a mulher mais poderosa da música brasileira hoje, Elza Soares, que divulgou recentemente seu 81o lançamento fonográfico, o disco “Deus é Mulher”, e fará uma performance especial dele no dia 28/11, com repertório faixa a faixa, comentando suas impressões sobre as músicas de forma intimista na Casa Natura Musical.

O grupo de percussão afro Ilú Obá de Min faz parte do concerto ao lado da diva. Além do show, Elza também participará de uma conversa com o público na segunda-feira, dia 26/11, no Red Bull Station, na qual falará sobre suas seis décadas de carreira sob uma ótica afro-futurista.

O Red Bull Station, no centro de São Paulo, será o ponto central, mas o festival também irá desvendar locações únicas na cidade, que serão totalmente reconfiguradas para a ocasião.

Um deles é a fábrica Orion, entre os bairros Brás e Belém, prédio construído numa área de 15 mil metros quadrados onde funcionou por mais de sete décadas uma indústria de pentes e botões, tornando-se depois a maior empresa de artefatos de borracha da América Latina (o espaço receberá os eventos Zona Limiares e Concreto Som Sistema).

Os outros locais, as datas de cada evento e a venda de ingressos serão anunciados em breve no site Red Bull Music.

Uma das propostas do festival é dar brilho à cena e revelar os sons mais originais em diversos locais do mundo, já que realiza edições em cidades culturalmente ricas como Nova York, Joanesburgo, Paris, Tóquio, Los Angeles e Berlim (que promete em setembro uma edição comemorativa dos 20 anos da Red Bull Music Academy). Em 2018, o festival também estará presente pela primeira vez em locais como Istambul, Santiago e Moscou.

Elza Soares aborda detalhes do início e do meio de sua carreira.

Conheça os primeiros eventos confirmados no Red Bull Music Festival São Paulo:

CONCRETO SOM SISTEMA Nascida na Jamaica na década de 1950, a cultura sound system espalhou-se pelas ruas do mundo, criando ramificações em territórios muito além de sua origem.

Em um encontro que reúne seletores, músicos e artistas influenciados por sonoridades jamaicanas, do dub ao reggae e dancehall, nomes como Lei di Dai e Dubversão Sistema de Som amplificam ideias e conceitos que têm o sound system como elemento de uma cena local.

Data: Sábado, 24 de novembro, a partir das 20h.
Local: Fábrica Orion (rua Irmã Carolina, 291, Brás, São Paulo).
Ingressos: R$ 20 a R$ 40, disponíveis em breve.

UMA CONVERSA COM ELZA SOARES Em um bate-papo inédito, a maior cantora da música brasileira na atualidade se utilizará de uma perspectiva afro-futurista para relembrar fatos marcantes de mais de seis décadas de processos musicais diferentes pelos quais passou.

Elza Soares abordará detalhes do início e do meio de sua carreira e também falará como chegou à estética atual, renovando seu público e se tornando uma voz importante não apenas musicalmente, mas também quando se fala sobre igualdade de gênero e raça no país.

Data: Segunda-feira, dia 26 de novembro, a partir das 20h.
Local: Red Bull Station (Praça da Bandeira, 137, centro, São Paulo).
Ingressos: gratuitos, disponíveis em breve.

ELZA SOARES – “DEUS É MULHER” No Red Bull Music Festival São Paulo, Elza Soares mostrará um formato ainda não visto de seu show “Deus é Mulher”, com o repertório do disco homônimo recém-lançado pela cantora em 2018.

Na apresentação, Elza contará sua percepção sobre cada faixa de seu 81o lançamento fonográfico e estará acompanhada do grupo Ilú Obá de Min, composto por mulheres percussionistas influenciadas pela cultura afro-brasileira, que fará uma participação especial.

Data: Quarta-feira, dia 28 de novembro, a partir das 20h.
Local: Casa Natura Musical (R. Artur de Azevedo, 2134, Pinheiros, São Paulo).
Ingressos: R$ 30 a R$ 60, disponíveis em breve.

ZONAS LIMIARES Com a intenção de reunir diferentes vertentes e direções da cena eletrônica mundial, desde o som das pistas até as linhas mais experimentais, esta festa de 12 horas conta com DJs e produtores em destaque nacional e internacionalmente.

Estão no line-up nomes quentes do techno e do house contemporâneo, como a norte-americana Avalon Emerson, a irlandesa Or:la, bem como o músico e o produtor italiano Lorenzo Senni, que revive o trance dos anos 1990 com nova roupagem. Entre os brasileiros, apresentam-se a banda Teto Preto, a produtora BadSista, o paulistano de 18 anos Benjamim Sallum e outros nomes que movimentam o cenário local.

Data: Sábado, 1o de dezembro, a partir das 20h.
Local: Fábrica Orion (rua Irmã Carolina, 291, Brás, São Paulo).
Ingressos: R$ 25 a R$ 50, disponíveis em breve.

Sobre a Red Bull Music A Red Bull Music celebra a música, sua cultura e as mentes transformadoras que estão por trás dela. Com diversos festivais, oficinas de educação musical, colaborações com artistas e outras tantas iniciativas inovadoras, o objetivo da plataforma é apoiar e disseminar artistas e grupos de música ao redor do globo.