Jadson está de volta

Jadson André vira bateria na última onda, avança às semis da Vans World Cup e garante retorno à elite mundial; Jessé Mendes também confirma vaga no G-10.

0
Jadson André vira bateria na última onda, avança às semis da Vans World Cup e garante retorno à elite mundial.

O potiguar Jadson André está de volta à elite mundial. Com uma virada emocionante na última onda, Jadson ultrapassou a barreira dos 18.000 pontos ao avançar às semifinais da Vans World Cup em Sunset Beach, garantindo seu retorno à elite mundial, de acordo com a WSL.

Em ondas pesadas e bastante volumosas em Sunset Beach, Jadson teve muita dificuldade para entrar na zona de classificação, mas reagiu de forma fulminante na reta final da bateria, desbancando o italiano Leo Fioravanti, que também carimbou seu passaporte ao CT nesta quinta-feira.

Depois de obter 5.60 e precisar de uma nota um pouco abaixo de 7.00, o brasileiro partiu para o tudo ou nada em sua tentativa e não hesitou em atacar o lip pesado de Sunset com três batidas, arrancando 8.10 dos juízes e saltando para a primeira posição na bateria. A segunda vaga ficou com o francês Joan Duru.

Leo Fioravanti leva virada de Jadson, mas também está garantido na elite mundial.

Na primeira semifinal, Jadson e Duru vão encarar o californiano Griffin Colapinto e o australiano Soli Bailey, que também está classificado ao CT.

Depois da emocionante classificação de Jadson André, a torcida brasileira vibrou com a performance de Jessé Mendes nas quartas da Vans World Cup em Sunset Beach, Havaí.

Muito consistente durante a Tríplice Coroa Havaiana, Jessé não deu mole nesta quinta-feira e confirmou a sua permanência na elite mundial, de acordo com a WSL.

Soli Bailey confirma seu nome no Tour 2019.

O italiano Leo Fioravanti e o australiano Soli Bailey também garantiram seus nomes no CT 2019 nesta quinta e agora só resta uma vaga para fechar a lista dos dez classificados pelo WSL Quaifying Series.

No momento, a última posição no G-10 é ocupada pelo australiano Jack Freestone, mas só o campeão ou o vice do QS 10.000 de Sunset Beach pode tirar o atleta do G-10 e o brasileiro Weslley Dantas é um dos que têm essa chance.

Na última bateria das quartas, Weslley mostrou um backside afiado para bater Jordy Smith (2º), Italo Ferreira e Tanner Gudauskas.

Confira mais detalhes em nossas próximas atualizações.