QS desembarca na Argentina

Com títulos em todas as edições, brasileiros defendem hegemonia do Rip Curl Pro Argentina, QS 1.500 que acontece entre os dias 16 a 21 de abril em Mar del Plata.

0
Atual campeão sul-americano da WSL, Wesley Santos defende o título do Rip Curl Pro Argentina.

O famoso balneário de Mar del Plata já se prepara para receber pelo sétimo ano consecutivo o Rip Curl Pro Argentina na Semana Santa, com uma etapa do QS 1.500 masculina combinada com uma do QS 1.000 feminina, valendo pontos para o ranking mundial do WSL Qualifying Series e para o regional da WSL South America, que define os campeões sul-americanos da temporada.

Este será o único evento internacional do ano em território argentino e participantes de 12 países já confirmaram suas inscrições nas categorias masculina e feminina para competir nos dias 16 a 21 de abril em Mar del Plata.

A equatoriana Dominic Barona e o brasileiro Wesley Santos ganharam a sexta edição do Rip Curl Pro Argentina no ano passado. Mimi Barona está invicta, vencendo as duas únicas vezes que teve competição feminina nas ondas da Playa Grande. O surfe argentino também estará muito bem representado pelos melhores competidores do país, como Leandro “Lele” Usuna, campeão sul-americano da WSL South America em 2016, é um dos fortes candidatos para acabar com a hegemonia brasileira de títulos em Mar del Plata.

“Novamente, estamos trabalhando para fazer um grande evento”, diz Sebastián Loustau, presidente do Biología Surf Club e organizador do Rip Curl Pro Argentina e outros eventos desde os anos 90. Já são mais de 30 anos deste clássico da Semana Santa. “A qualidade dos surfistas inscritos nos deixa entusiasmados porque garante um alto nível para o evento. Esperamos que o mar nos brinde com boas ondas na Semana Santa, que sempre é uma boa época para grandes ondulações. Assim, os surfistas locais poderão aproveitar melhor e eu gostaria muito de ver algum argentino no lugar mais alto do pódio esse ano”.

O palco principal do Rip Curl Pro Argentina será novamente instalado em frente ao Biología Club na Playa Grande e um alternativo em Yacht, para ser utilizado se tiverem grandes ondas no período do evento, que começa no dia 16 de abril e vai até o Domingo de Páscoa. Além das etapas masculina e feminina do QS, a Associação de Surf da Argentina também realizará na mesma Semana Santa, a quinta etapa do Circuito Nacional Argentino que deve acontecer nos primeiros dias do prazo do evento.

Equatoriana Dominic Barona é a atual bicampeã do evento.

Entre as participantes do QS 1.000 feminino, que vai abrir a disputa pelo título sul-americano da WSL South America de 2019, destaque para a equatoriana Dominic Barona. No ano passado, ela conquistou o bicampeonato no Rip Curl Pro Argentina e no fim da temporada também se sagrou bicampeã sul-americana. As principais concorrentes para acabar com a invencibilidade da equatoriana em Mar del Plata são as argentinas Josefina Ané e Lucía Indurain, a brasileira Tainá Hinckel, a peruana Melanie Giunta, a chilena Jessica Anderson e a norte-americana Brooke Daigneault.

Entre os inscritos de outros países no QS 1.500 Rip Curl Pro Argentina, estão os brasileiros Thiago Camarão, Wesley Leite, Matheus Navarro, Gabriel André, Daniel Adisaka, o peruano Lucca Mesinas, o chileno Roberto Araki, o mexicano Jhonny Corzo e dois surfistas da Costa Rica, Anthony Fillingim e Aldo Nicolás Chirinos.

Os principais surfistas da Argentina também estão confirmados para tentar a primeira vitória de um argentino em Mar del Plata, como o já citado Leandro Usuna, Marcelo Rodriguez, os irmãos Mariano e Facundo Arreyes, o experiente Martin Passeri, os irmãos Ruggiero e Jeronimo Ané, são alguns candidatos para encerrar a hegemonia brasileira de títulos no Rip Curl Pro Argentina.

Galeria de campeões do Rip Curl Pro Argentina

2013 Jihad Kohdr (BRA)
2014 Alex Ribeiro (BRA)
2015 Robson Santos (BRA)
2016 Flavio Nakagima (BRA)
2017 Thiago Camarão (BRA) e Dominic Barona (EQU)
2018 Wesley Santos (BRA) e Dominic Barona (EQU)