Feras soltas no Peru

Surfistas de 21 países estão confirmados no Claro Open Pro - Copa Tubos, QS 3.000 que acontece em Punta Hermosa, Peru.

0
Ian Gouveia é um dos brasileiros inscritos no evento.

Já é grande a expectativa para a estreia do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3.000 na próxima semana, de 27 a 31 de março, nas ondas perfeitas de Señoritas, em Punta Hermosa, na região de Lima, capital do Peru.

Mais de 120 surfistas de 21 países já estão confirmados para prestigiar o evento do World Surf League Qualifying Series mais importante dos últimos anos no país andino, com premiação de 70 mil dólares. Esta será a segunda etapa promovida pela WSL South America esse ano, com a vitória valendo 3.000 pontos para o ranking mundial do QS e 1.000 pontos para o regional que define o campeão sul-americano da temporada.

“A última vez que tivemos um evento deste nível aqui em Lima foi na década de 90 em Punta Rocas, com participação de Andy Irons (in memoriam), Chris Ward, os irmãos Malloy e outros”, destaca Franz Tomasevich, um dos organizadores do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000.

“Esses eventos motivaram os jovens surfistas da época e foram um marco no surfe peruano. Desde então, os eventos profissionais não aconteceram mais na capital. Acreditamos que o Peru tem uma cultura e uma história muito importante no mundo do surfe, além de ondas extraordinárias ao longa da costa, por isso o talento do surfista peruano é tão sólido”.

Franz Tomasevich também comentou sobre a quantidade impressionante de surfistas vindos de vinte países para competir na primeira edição do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000:

“É gratificante ver surfistas de todo o mundo se inscrevendo. Já vemos vários tops do QS e alguns ex-surfistas do CT confirmados, que elevarão o nível técnico do evento certamente. Muitos surfistas da América Latina também virão competir em águas peruanas, por estarem mais próximos e porque a onda de Señoritas é muito boa. Estamos comprometidos com este importante projeto e esperamos que o evento continue acontecendo por muitos anos”.

Cartaz do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3.000.

Destaques Um dos ex-Tops do CT confirmados no Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000 é Ian Gouveia, que estava na elite até o ano passado, além de outros brasileiros como Heitor Alves e Alex Ribeiro, que no domingo venceu o QS 6.000 de Newcastle na Austrália. Já entre os tops do QS, destaque para o peruano Miguel Tudela, que neste ano foi semifinalista do QS 3.000 de Pipeline nos tubos do Havaí e no momento é o quinto colocado no ranking que classifica dez surfistas para a elite dos top-34 da World Surf League. É a melhor posição de um surfista peruano em toda a história do WSL Qualifying Series.

Além de Miguel Tudela, mais 22 peruanos já estão na lista dos 125 surfistas inscritos antecipadamente para a estreia do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000. Alguns já competiram em vários países, como o irmão dele, Tomas Tudela, Lucca Mesinas campeão regional da WSL North America no ano passado, Alonso Correa vice-campeão sul-americano da WSL South America também em 2018, Joaquin del Castillo, Cristobal de Col, Gabriel Villaran, são os principais concorrentes para o primeiro troféu de campeão em Señoritas ficar em casa.

Surfistas de 21 países No entanto, a batalha será dura, pois surfistas de outros vinte países também estarão buscando os importantes 3.000 pontos da vitória para o ranking mundial do WSL Qualifying Series. Os brasileiros são maioria com 45 participantes, seguidos pelo Peru com 23, Estados Unidos com onze, Chile com nove, Argentina, França e Costa Rica com cinco representantes cada e Havaí e Japão com quatro.

A relação de países que terão surfistas vestindo a lycra do Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000 para competir nas ondas peruanas, prossegue com a Espanha e Equador com dois atletas cada. Outras dez nações serão representadas por um competidor, Austrália, Portugal, Inglaterra, África do Sul, Nova Zelândia, Mexico, Canadá, Colômbia, Porto Rico e Panamá. Muitos não conhecem as esquerdas perfeitas de Señoritas, pois esta será a primeira etapa do WSL Qualifying Series do século a ser realizada nesta praia de Punta Hermosa.

Ricardo Altoé
Visual de Señoritas, tradicional pico da região de Punta Hermosa.

Señoritas O balneário é considerado como a região que possui as melhores ondas do país e onde surgiram grandes nomes do surfe peruano, como a campeã mundial Sofia Mulanovich, o próprio Miguel Tudela e o big-rider Gabriel Villaran. Señoritas é uma das ondas mais consistentes da costa sul do Peru, com um fundo de pedras que forma ondas perfeitas para surfar. O pointbreak de esquerdas já foi palco de muitos eventos em sua história. Um dos mais importantes foi o ISA World Games de 2012, quando o Peru foi coroado campeão mundial pela primeira vez. É uma onda de “alto rendimento”, com tamanho ideal entre 4-6 pés.

O Claro Open Pro – Copa Tubos QS 3000 será a segunda etapa promovida pela WSL South America esse ano e a 17ª válida pelo circuito mundial do Qualifying Series. A competição será transmitida ao vivo do Peru pelo site da WSL.