Um pé em Tóquio

Campeões dos Jogos Pan-Americanos, Lucca Mesinas e Daniella Rosas estão próximos de representar o Peru nas Olimpíadas de 2020.

0
Lucca Mesinas durante os Jogos Pan-Americanos em Punta Rocas.

Campeões dos Jogos Pan-Americanos de Lima, os peruanos Lucca Mesinas e Daniella Rosas deram um passo importante na classificação para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Isso porque o evento em Punta Rocas era classificatório às Olimpíadas e a dupla sagrou-se campeã das categorias surfe masculino e surfe feminino.

Como o Peru não tem representantes no Championship Tour, o primeiro critério na ordem de classificação, a chance de Lucca e Rosas não se classificarem é se dois atletas peruanos ficarem entre os Top 4 (masculino) e Top 6 (feminino) do ISA World Games 2020.

Há um limite máximo de dois representantes por país nas Olimpíadas e os atletas já começam a mirar a possibilidade de representar o Peru nos Jogos de Tóquio.

“Sei que ainda não estou confirmado em Tóquio, mas lógico que essa é a melhor chance”, comenta Mesinas, que foi parabenizado pelo presidente do Peru Martín Vizcarra no pódio dos Jogos Pan-Americanos. “Vou ao ISA Games de 2020 e pretendo não deixar ninguém me passar no ranking de qualificação”, acrescenta o peruano.

“É um sonho estar em Tóquio. Quem não gostaria? Só vou tentar dar o meu máximo para representar o meu país da melhor maneira possível”, resume Rosas.

Ao todo serão 20 homens e 20 mulheres nas Olimpíadas e os eventos de classificação foram determinados por ordem hierárquica. Veja abaixo:

1 Championship Tour de 2019: os primeiros 10 homens elegíveis e as primeiras 8 mulheres elegíveis.
2 ISA World Surfing Games de 2020: os primeiros 4 homens elegíveis e as primeiras 6 mulheres elegíveis.
3 ISA World Surfing Games de 2019: os primeiros 4 homens e 4 mulheres elegíveis da África, Ásia, Europa e Oceania.
4 Jogos Pan-Americanos de 2019: o primeiro homem elegível e a primeira mulher elegível.