Mudança nas baterias

WSL altera baterias do Open J-Bay depois da saída de John John Florence; Gabriel Medina abre a disputa.

0
Gabriel Medina passa para a primeira bateria do Open J-Bay na África do Sul.

Com a ausência do havaiano John John Florence, que vai passar por uma cirurgia no joelho, as baterias do Open J-Bay foram modificadas pela World Surf League. A janela de espera para a realização da sexta etapa do Championship Tour começa no próximo dia 9 de julho e vai até 22 em Jeffreys Bay, África do Sul.

Atual campeão mundial, o brasileiro Gabriel Medina passou para a primeira bateria do dia, ao lado do francês Joan Duru e do português Frederico Morais, substituto do australiano Mikey Wright.

Como a WSL já havia chamado dois suplentes pelo ranking – Caio Ibelli e Frederico Morais -, o substituto de John John Florence será um convidado. Agora, a prova terá três wildcards ao todo.

Um deles será o vencedor da triagem local. Os outros dois serão selecionados pela WSL, e o Waves apurou que o melhor sul-africano no ranking do QS depois do Ballito Pro será convidado.

No momento, Adin Masencamp, de apenas 20 anos, está em 29º lugar e é o melhor sul-africano no ranking. Este ano, Adin fez duas finais em etapas de 1.000 pontos do QS, vencendo em Port Elizabeth e ficando em quarto em Western Cape, mas sua melhor pontuação foi no QS 6.000 em Fernando de Noronha, onde ficou em quinto lugar.

Matthew McGillivray (36º) e Dylan Lightfoot (40º) são outros fortes candidatos, mas como o Ballito Pro oferece 10.000 pontos ao campeão, muitos atletas têm grandes chances.

Adin Masencamp é um dos sul-africanos na briga por uma vaga de wildcard.

Open J-Bay 2019

Primeira fase

1 Gabriel Medina (BRA), Joan Duru (FRA) e Frederico Morais (POR)
2 Italo Ferreira (BRA), Peterson Crisanto (BRA) e Soli Bailey (AUS)
3 Kanoa Igarashi (JAP) Jessé Mendes (BRA) e Adriano de Souza (BRA)
4 Jordy Smith (AFR), Caio Ibelli (BRA) e wildcard
5 Kolohe Andino (EUA), Yago Dora (BRA) e wildcard
6 Filipe Toledo (BRA), Adrian Buchan (AUS) e wildcard
7 Julian Wilson (AUS), Deivid Silva (BRA) e Jadson André (BRA)
8 Conner Coffin (EUA), Willian Cardoso (BRA) e Ezekiel Lau (HAV)
9 Ryan Callinan (AUS), Michael Rodrigues (BRA) e Ricardo Christie (NZL)
10 Kelly Slater (EUA), Jeremy Flores (FRA) e Sebastian Zietz (HAV)
11 Michel Bourez (PLF), Owen Wright (AUS) e Jack Freestone (AUS)
12 Wade Carmichael (AUS), Seth Moniz (HAV) e Griffin Colapinto (EUA)