Doutorado em canudos

Aposentado do circuito mundial, australiano Kai Otton mantém a forma nos tubos e nas manobras progressivas.

0

Aposentado do circuito mundial, o australiano Kai Otton era um oponente perigoso quando as ondas ficavam tubulares, principalmente em etapas como Teahupoo, Pipeline e Supertubos. No clipe acima, “Ottz” prova que não perdeu o faro para os tubos e também testa os seus limites nas manobras progressivas. Confira.