Livro ganha tributo

Vencedor do prêmio Pulitzer em 2016, livro Dias Bárbaros – Uma vida no surfe é homenageado em curta-metragem.

0

Vencedor do prêmio Pulitzer em 2016, o livro “Dias Bárbaros – Uma vida no surfe”, escrito pelo jornalista californiano William Finnegan, virou um pequeno curta-metragem dirigido por Darius Devas e narrado pelo próprio Finnegan.

Dias Bárbaros conta a biografia do jornalista, que viveu a infância entre a Califórnia e o Havaí nos anos 1960 e depois desbravou lugares como Polinésia Francesa, Fiji e Portugal.

Finnegan, que também foi correspondente de guerra e é colaborador da revista The New Yorker, descreve histórias sobre a época em que pertencia a uma gangue de meninos brancos em Honolulu ou quando encarou a famosa Honolua Bay sob efeito de LSD.

Já o clipe Barbarian Days é uma homenagem à obsessão do escritor pelo surfe ao longo de sua vida, capturando a mecânica da atividade em belos detalhes, bem como explorando aspectos mais misteriosos ​​do esporte.

“A ciência dos surfistas não é pura, obviamente, mas fortemente aplicada. O objetivo é entender o propósito de surfá-las – o que as ondas estão fazendo e especialmente o que eles provavelmente farão em seguida”, afirma Finnegan.

“Mas as ondas dançam com uma melodia infinitamente complexa. O surfe é um jardim secreto, que não é facilmente penetrado”, relata o escritor.