Inscrições abertas em Ubatuba

Entre os dias 13 e 16 de junho, Ubatuba (SP) recebe primeira edição do Festival Internacional de Cinema de Surf.; inscrições para participar vão até março.

0
Naturam
Além da exibição de filmes, festival conta palestras e oficinas de cinema, assim como outras atividades ligadas ao surfe.

O 1º Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba (FICSU) vai colocar a capital do surfe, como é conhecida a cidade de Ubatuba (SP), em um circuito mundial de festivais de cinema de surfe, que acontecerá entre os dias 13 a 16 de junho de 2019.

O festival tem apoio do ProAc e, além da exibição dos filmes, contemplará palestras e oficinas de cinema, assim como outras atividades ligadas ao surfe.

As inscrições para o envio de filmes estão abertas até o dia 30 de março de 2019. Podem se inscrever filmes sobre o surfe em qualquer gênero do cinema (ficção, documentário, animação, entre outros) e de qualquer duração, que foram finalizados a partir de 1 de janeiro de 2017.

Os filmes inscritos devem ter, preferencialmente, narrativa, ou seja, uma história a contar. Os filmes que estiverem em um idioma diferente do português ou inglês deverão vir acompanhados de legenda em português ou inglês.

O Festival Internacional de Cinema de Surf foi idealizado pelo cineasta Victor Fisch, mestre em roteiro e realizador dos curtas “Onde Você Vai?” e “Gaiola”, que já rodaram muitos festivais, e diretor e curador do Cinefest Gato Preto, festival de curtas-metragens em sua 15ª edição, que acontece em Lorena e Vale do Paraíba.

“Desde que me mudei para Ubatuba, vejo o potencial que a cidade tem de receber um turismo diferenciado, que vai além da alta temporada de verão. Ubatuba é a capital do surfe, esporte em alta no momento para o Brasil, com os atletas no mais alto ranking mundial e é um local de uma beleza exuberante, um ponto dos mais importantes de preservação ambiental da Mata Atlântica, uma costa repleta de praias, cachoeiras e montanhas e muitos moradores artistas. Fazer o FICSU, um Festival de Cinema, que é a minha praia, servirá de vitrine para o que há de melhor nessa cidade”, revela Fisch.

“Além disso, tive um primo, Raphael Staniscia, que faleceu aos 33 anos. Ele era treinador físico e apaixonado por surfe. Acordava às 5 horas para descer para a praia surfar e voltava para São Paulo para começar as aulas às 9 horas. Vivia me dizendo que eu, do cinema, tinha que ir com ele fazer uns filmes de surf. Eu não tinha muito interesse na época. Hoje, sinto que fazer o FICSU vai ser uma forma de reviver sua memória, cheia de alegrias e de bom humor.”

As inscrições para o festival são gratuitas, podem ser feitas aqui e custam US$ 2,00 pelas plataformas Festhome e FilmefreeWay (https://filmfreeway.com/FICSU). Ao se inscrever, o realizador aceita exibir seu filme no Festival sem custos para a produção.

Para saber mais, acesse o site Festival Internacional de Cinema de Surf de Ubatuba.