Promessa lança rifa

Sem patrocínio, saquaremense Rickson Falcão precisa de apoio financeiro para competir fora do Rio de Janeiro.

0
Rickson, que tem vários títulos no currículo, competindo no Talentos do Futuro 2019, em Itaúna, Saquarema (RJ).

Com apenas 11 anos de idade, ele tem título brasileiro em 2017 e títulos no circuito estadual do Rio no currículo. Agora, se prepara para novos compromissos, mas pra isso precisa de apoio financeiro. Rickson Falcão, atleta de Saquarema, está de olho em etapas fora do Estado, como o Hang Loose Surf Attack, que acontece no fim deste mês de junho nas ondas de Maresias (SP), por isso lançou uma rifa para arrecadar recursos e poder competir.

Atleta de origem humilde e de família de surfistas, Rickson mora no bairro de Itaúna, próximo da praia de mesmo nome que é considerada o Maracanã do Surfe e que recebe a etapa brasileira do circuito da elite mundial.

O saquaremense estuda na escola municipal Orge Ferreira dos Santos pela manhã e ainda faz duas sessões diárias de treinamento nas ondas de Saquarema. Porém, Rickson segue sem patrocínios e sem condições de disputar eventos em outros estados e a nível nacional.

“Tinha um projeto de patrocínio para não só desenvolver a carreira do Rickson, mas de outros atletas mirins aqui de Saquarema, mas infelizmente, com a crise, as empresas deram um freio, então ele está sem apoio e não temos dinheiro para levá-lo para essa etapa em São Paulo (Hang Loose Surf Attack) onde só os gastos de deslocamento giram em torno de R$ 1.000. Estamos correndo atrás e dando duro, pois confiamos no potencial do Rickson. Ele ama o surfe, tem resultados expressivos em sua categoria e é elogiado por onde passa. Além do mais, é um menino compenetrado e determinado em busca de seus objetivos”, conta a mãe do atleta, Rejane Falcão, que trabalha como pedagoga.

Rickson Falcão é fã de Gabriel Medina, já o encontrou algumas vezes em eventos de surfe pelo País, sonha em vê-lo de perto novamente nas ondas da praia de Itaúna no Oi Rio Pro e em trilhar o caminho do ídolo. “Eu amo o surfe. Quando saio da escola e termino os estudos, a primeira coisa que faço é ir para o mar. Quero ser campeão mundial. Sei que é bem difícil, mas vou atrás”.

“O menino está crescendo nas ondas de Saquarema, pegando a base e surfando bem, evoluindo bastante. Ele precisa de apoio para correr campeonatos pelo Brasil, sair daqui, crescer, ganhar o mundo, ir para São Paulo, para o mundo. Os empresários que tiverem essa visibilidade vão se dar bem, pois esse menino vai ganhar o mundo daqui a pouco, ele tem vontade, surfa muito, tem a base boa, uma linha boa e vem de Saquarema. Nada melhor que ter um menino de Saquarema na marca. Ele tem um futuro promissor, já está dando trabalho, agora só falta conseguir um apoio”, afirmou Raoni Monteiro, um dos grandes nomes do surfe brasileiro que participou do circuito mundial durante anos.

A família do atleta colocou no ar uma rifa para arrecadar recursos para seus próximos eventos. As doações podem ser feitas pelo link Rifatech.com e o ganhador receberá um kit de acessórios da Rubber Sticky, com um antiderrapante e um leash de competição. A rifa é organizada por Clarinha Silva.

Caso não consiga recursos para viajar para São Paulo, a próxima competição confirmada de Rickson é a etapa da Associação de Surfe de Saquarema, que vale pontos para o ranking estadual do Rio de Janeiro e que acontece em julho.