Tati intensifica preparação

Tatiana Weston-Webb programa novos testes no COB em busca do ouro nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

0
Tatiana Weston-Webb finalizou a última temporada com um terceiro lugar em Honolua Bay.

Garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio ao lado de Silvana Lima, Tatiana Weston-Webb vai investir forte na preparação física e psicológica em busca da inédita medalha de ouro.

A surfista está no Havaí, onde mora, curtindo as férias com a família, e no final desse mês fará nova bateria de testes e exames no Comitê Olímpico do Brasil (COB), no Rio de Janeiro, visando a melhor preparação.

Ela sabe que a temporada será mais do que especial com a disputa olímpica e ainda o Circuito Mundial e quer estar pronta para os dois objetivos, tanto física quanto mentalmente.

“Sem dúvida, estarei focada na olimpíada e tem o título mundial, mas uma medalha de ouro olímpica não tem comparação e esse será o grande objetivo. Eu, minha equipe, minha família e o Time Brasil estamos planejando começar o ano superforte, priorizando o que pode ser melhorado, para chegar lá pronta e com mais chances de ouro”, diz Tati.

Em dezembro último, ela encerrou o Championship Tour (CT) com o excelente terceiro lugar na etapa final em Maui, Havaí, repetindo a colocação na disputa anterior, em Portugal, para garantir o sexto lugar no ranking.

O resultado mostrou sua evolução, sobretudo no psicológico. “Esse terceiro lugar foi especial. Estava muito no ritmo e no flow no campeonato e para mim, fez toda a diferença. Também foi assim em Portugal”, lembra.

Tatiana e Silvana Lima vão representar o Brasil nos Jogos Olímpicos.

“Senti evolução, mas de um jeito diferente. Não só no surfe, mas no lado mental. Depois de alguns anos no Tour, você acaba se esquecendo as regras mais importantes. Em 2019, senti que aprendi tudo de novo. Foi muito importante. Finalmente achei o ritmo do campeonato que eu tenho de ter, o sentimento no dia da disputa para fazer o meu melhor. Estou muito feliz. O ano poderia ter sido melhor, mas aprendi muito. Esse ano vou fazer tudo de novo e estamos trabalhando muito o psicológico”, revela.

Ficar entre as seis primeiras do ranking, na parte de cima da tabela, também garante começar a temporada como cabeça-de-chave na fase inicial das etapas do CT, usando a lycra vermelha. “Isso faz muita diferença para o começo do Tour. Estou feliz pelos objetivos de 2020, principalmente porque conquistei meu maior objetivo, a vaga olímpica. Esse era o meu foco, acho que para todos atletas do Circuito, era um sonho e agora é realidade. Nossa! Nem imagino como será na Olimpíada, mas vou começar a visualizar para ir bem”, comenta.

Apesar da jornada dupla este ano, com as etapas do Tour e os Jogos Olímpicos, Tatiana Weston-Webb afirma que a programação não mudará radicalmente. “Só mais treinos, testes físicos para aperfeiçoar o que pode ser melhorado. Vou trabalhar muito a questão de prancha, onda pequena, porque o Japão não é um dos melhores lugares para surfar e quero estar preparada para qualquer situação”, diz.

Junto com Tati, estarão no Time Brasil do surf nos Jogos Olímpicos de Tóquio, Italo Ferreira e Gabriel Medina, no masculino, e Silvana Lima, no feminino. “Agora é fortalecer e melhorar. Estarei pronta no começo da Olimpíada”, finaliza a atleta patrocinada por Havaianas, Oi Telefonia, TCL Eletrônicos, Body Glove, Rockstar, Youtheory e Sharpeye.