Alto nível no Arpoador

Festival de Peruíbe reúne atletas do litoral paulista durante o feriado prolongado da Proclamação da República.

0

Durante o feriado prolongado da Proclamação da República, aconteceu o Festival Municipal de Surf de Peruíbe (SP). A competição rolou nos dias 15 e 16 de novembro nas ondas de até 1 metro que rolaram na Praia do Arpoador.

Enquanto os surfistas disputavam as baterias dentro d’água, diversas atrações promoviam interação entre o público presente. Um foodpark foi montado no local, com interdição da avenida beira-mar, onde vários foodtrucks ofereciam variadas opções de lanches e bebidas. Uma área com cama elástica, cesta de basquete, espaço para skate, dentre outros brinquedos, mantinham a garotada entretida enquanto os pais curtiam o feriado na praia.

O atleta e surfista local Gilmar Teixeira, customizou algumas pranchas com pinturas personalizadas, enquanto alguns parceiros do evento expunham seus produtos, como pranchas, acessórios, artesanatos, dentre outros. No término das baterias do dia, as bandas 4 Cilindros e Jozés, fecharam os dias de competição com muito rock’n roll nacional e internacional, agitando ainda mais a galera presente.

Na água, atletas de Peruíbe e região, deram um show à parte. Na categoria Petit, o jovem ubatubense Kalani Robles, atual campeão guarujaense sub 10 e 12 e vice-campeão ubatubense 2019, mostrou que apesar da pouca idade sabe surfar como ninguém, garantindo o título da categoria e o vice na categoria Estreante.

O grande vencedor na Estreante foi o novato e atleta local Pedro Ferreira, que passou boa parte da bateria na terceira colocação, mas conseguiu a virada na sua última onda. Entre os Iniciantes, quem levou a melhor foi o jovem talento de São Sebastião, Kauã Campos, que apresentou um surfe arrojado, com manobras progressivas e inovadoras.

Além de vencer sua categoria, ele também sagrou-se campeão na categoria Júnior. Na categoria Mirim, o grande destaque foi o mongaguaense Yago Gabriel, que venceu a categoria com um surf consistente, técnico e preciso.

Entre os long riders, o título ficou nas mãos do atleta local Gilmar Teixeira, que mesclou manobras progressivas com o surfe clássico típico da modalidade. Entre os atletas mais experientes da competição que disputaram o título da categoria Master, a briga foi acirrada. Quem acabou levando a melhor foi o também peruibense, Daniel Monteiro, apresentando um surfe veloz, com manobras de borda realizadas com muito estilo.

A disputa do título na categoria Open foi a mais esperada pelo público na praia. Com ondas de altíssima qualidade, os atletas Daniel Gavira , Gabriel Novaes e Anderson Robert somaram boas notas e travaram um duelo emocionante. Porém, eles não foram páreo para o jovem surfista de Itanhaém, Gustavo Ribeiro, que abriu uma boa vantagem em cima de seus adversários assegurando sua vitória sobre eles.

O Festival Municipal de Surf de Peruíbe foi uma realização de Queda Bruta Surf Brothers em parceria com a Secretaria do Turismo e da Cultura de Peruíbe. Suporte: SABESP. Supervisão: Federação Paulista de Surf. Patrocínio: Rocon Tintas, Mr. Suco e Queda Bruta, e com os parceiros Bocão Surf Shop, Perfil Surf Shop, SurfGlass Company, BlackIron, Fluent, Hot Surfing e Long Vision Surfboards.