Soberania na Europa

Radicada em Portugal, Isabela Sousa garante o bicampeonato europeu de bodyboard com uma etapa de antecedência.

0
Isabela Sousa vence o La Salie Pro, na França, e garante o segundo título europeu de bodyboard.

A atleta brasileira Isabela Sousa, atualmente radicada em Portugal, venceu o La Salie Pro, na França, conquistando a terceira vitória em etapas do circuito europeu (ETB), e garantindo o título da temporada com uma etapa de antecedência, nas Ilhas Canárias.

Na final, Isabela superou a portuguesa Teresa Padrela com notas 10 e 7.00, contra o somatório de 9.75 da carcavelense.

O confronto com a jovem portuguesa foi precedido de uma vitória sobre a japonesa Sari Ohara nas semifinais (13.00 x 10.25). Uma bateria que foi também uma espécie de revanche das semifinais do Sintra Pro, etapa do circuito mundial realizada no início do mês na Praia Grande, onde Sari Ohara venceu e ganhou força para uma forte candidatura ao título mundial deste ano.

No final, Isabela Sousa estava satisfeita com a vitória: “Foi uma competição muito acirrada, com ondas grandes, na casa dos 2 metros, e muita corrente, o que exigiu muito de nós, técnica, física e taticamente. O fato de ter aqui a Sari Ohara, que lidera o circuito mundial, e que, provavelmente, será campeã mundial este ano, enriqueceu o evento e deu-me a oportunidade de provar que apesar de ter dado menos atenção ao Mundial este ano, tenho todas as condições para voltar a ser campeã”.

Brasileira radicada em Portugal promete ir em busca do pentacampeonato mundial na próxima temporada.

Isabela Sousa explicou que o circuito europeu (ETB) da Federação Europeia de Surf era mesmo o seu principal objetivo do ano por uma questão de pragmatismo que envolve o seu projeto “Onda Bela”, canal de conteúdos de bodyboard que tem desenvolvido no YouTube: “O circuito mundial requer mais energia, viagens mais longas, e como estou dedicada ao Onda Bela, não consegui dar tanta atenção ao mundial, que requer estadias mais longas e grandes hiatos na produção de conteúdo. Espero que para o ano, com o projeto e o canal mais estabelecidos, consiga dar outra atenção ao objetivo de conquistar o ‘penta’ mundial.”

A competição masculina foi vencida pelo marroquino Brahim Iddouch, que bateu na final o espanhol Carlos Suarez.

Feminino

1 Isabela Sousa (Bra)
2 Teresa Padrela (Por)
3 Sari Ohara (Jap)
3 Lisa Labadie (Fra)

Masculino

1 Brahim Iddouch (Mar)
2 Carlos Suarez (Esp)
3 Nicola Capony (Fra)
3 Ricardo Rosmaninho (Por)