O guardião de Nazaré

Alemão de Maresias celebra temporada de sucesso no resgate e nas bombas da praia do Norte, Nazaré.

0

Natural do Paraná e criado nas ondas de São Sebastião (SP), o big rider Alemão de Maresias vem se especializando na pilotagem de jet e no resgate na Praia do Norte, em Nazaré, Portugal.

Na entrevista abaixo, ele conversa com o videomaker Carlos Muriongo sobre a carreira e o universo que envolve as ondas gigantes, principalmente em Nazaré, lugar que considera entre os mais perigosos do mundo.

Já no clipe acima, Muriongo e Tim Bonython registram um pouco da rotina do big rider em Portugal.

Como surgiu a paixão por ondas grandes?

Desde pequeno gostava de desafios. Quando comecei a surfar, sempre preferia os mares em dias storm lá em Guaecá, São Sebastião.

Como é o mercado de segurança aquática?

O mercado da segurança aquática é enorme, mas a procura por uma equipe para fazer este trabalho é muito pequena. Deve crescer muito no futuro.

O que é mais difícil no resgate e onde você acha mais perigoso?

O mais difícil em um resgate é quando a vítima ou o parceiro estão apagados ou inconscientes. Já os lugares mais perigos que conheço são Nazaré e Ilha de Páscoa, no Chile.

Além de big rider, Alemão de Maresias é especialista na pilotagem de jet e no resgate em situações extremas.

Como você conheceu a Praia do Norte?

Conheci em imagens através do Garrett McNamara e depois ao vivo com o Carlos Burle, quando fui convidado a trabalhar com ele por lá.

Qual foi o melhor momento da sua carreira?

Tiveram alguns. A maior onda na Indonésia em 1998; vencer o Red Nose Tow In Challenge em 2008 em Maresias; uma onda na Ilha dos Lobos em 2003 e surfar na Ilha de Páscoa.

Qual foi seu melhor momento em Nazaré?

O melhor momento da minha carreira acho que foi esta temporada em Nazaré, quando peguei boas ondas. Estava com uma equipe de apoio excelente com Ian Cosenza, Kalani Lattanzi, Lucas Chianca e Carlos Burle, além de uma estrutura que sempre sonhei com jet, garagem e patrocínios.

Como você ver o Brasil no cenário water patrol e no tow-in?

O cenário do resgate e do tow-in estão começando a bombar no Brasil, tanto na busca por ondas novas como no apoio para eventos e produções. Tem muita coisa bacana acontecendo.

Quem são seus ídolos?

São vários: Meu pai, o amigo e guru Taiu Bueno, Duke Kahanamoku, Papa Mau, Eddie Aikau, Laird Hamilton e claro, Ayrton Senna.

Alemão pretende seguir em busca das maiores ondas do mundo entre Nazaré e Taiti.

Quais os planos para a próxima temporada?

Para a próxima temporada pretendo voltar melhor fisicamente e buscar as melhores ondas do mundo.

Que você sentiu quando viu sua performance no seu vídeo?

Fiquei muito emocionado e ver meu trabalho e dedicação sendo registrado pelas lentes de alguns do melhores cinegrafistas dos mundo. Foi alucinante, um dos melhores vídeos que tenho!

Quais seus projetos futuros?

Buscar as maiores ondas do mundo entre Nazaré e Taiti.

Sonha em pegar a maior onda do mundo?

Este sonho eu já realizei quando peguei altas ondas em Nazaré este ano!