Projeto iniciado na Coreia

Em parceria com a Wavegarden, sul-coreanos celebram início da construção do maior parque de ondas artificiais do mundo.

0

A cerimônia de inauguração do Siheung Surf Park aconteceu recentemente na cidade de Siheung, na Coreia do Sul, para comemorar o início do trabalho civil no Wavegarden Cove, que, após a conclusão, será o maior parque de surfe artificial do mundo.

Os planos para o Siheung Surf Park incluem uma praia de quase 1 km de comprimento e foram inicialmente revelados em novembro passado, quando as principais partes assinaram um acordo comercial conjunto para transformar essa visão ambiciosa em realidade. O primeiro estágio do negócio será marcado pela criação da primeira Wavegarden Cove na Ásia em uma área de 166.613 metros quadrados, que deve ser aberta ao público em 2020.

Cerimônia oficializa início da construção do parque aquático.

Na fase 2 do empreendimento, o Daewon Plus Group, investidor do Wave Park, vai investir cerca de 430 milhões de euros para construir progressivamente um hotel, centro de convenções, marina e roda gigante. Siheung, uma cidade anteriormente conhecida por seus negócios de fabricação industrial, transformará seu local em um epicentro para turismo e lazer, com expectativa de 2 milhões de visitantes por ano.

“Como era de se esperar, a cerimônia foi incrível”, diz Fernando Odriozola, diretor de operações da Wavegarden. “Nossos anfitriões estão realmente abraçando o surfe e estamos confiantes de que este projeto de Wavegarden se tornará uma meca para o surfe, não apenas para os coreanos, mas também para as pessoas de toda a Ásia”.

Chamado de Turtle Island, o complexo fica colado ao mar da cidade de Siheung, a uma hora da capital Seul. Será o primeiro destino totalmente voltado ao surfe e às atividades aquáticas no País.

Projeto do mega complexo aquático em Siheung, Coreia do Sul.

A lagoa de surfe Wavegarden Cove terá água azul-turquesa e capacidade para gerar até 1.000 ondas de tamanho e força variados. Ela promete ser adequada para todos os públicos, de iniciantes a profissionais, informa a empresa.

Atividades como caiaque, SUP e natação com ondas ou em águas calmas também poderão ser praticadas no Turtle Island, que terá uma praia de quase um quilômetro de extensão.

A Wavegarden atualmente está construindo duas instalações da Wavegarden Cove, em Melbourne (Austrália) e Bristol (Reino Unido), ambas com inaugurações planejadas para este ano, além de outros 28 contratos em diferentes estágios de desenvolvimento espalhados pelos cinco continentes.

Também no início desta semana, a Wavegarden anunciou que vai construir no Brasil a sua primeira piscina de ondas artificiais da América do Sul.

A tecnologia será a Wavegarden Cove e a piscina ficará dentro do condomínio de luxo Fazenda da Grama, em Itupeva, interior paulista, com preço de cada terreno avaliado em cerca de R$ 2,2 milhões. Confira mais detalhes na reportagem Wavegarden chega ao Brasil.