DNA de campeã

Filha de campeã brasileira, Lanay Thompson, 10, comemora vitória em etapa do estadual do Rio na categoria Sub 12.

0
Lanay Thompson é a campeã da categoria Sub 12 Feminina do Arpex Groms.

O surfe está no sangue. Filha da tricampeã profissional de longboard Mainá Thompson, e do também profissional, além de técnico, Dionísio Santos, Lanay Thompson segue os passos dos pais.

A surfista, de apenas 10 anos, já tem no currículo o vice-campeonato no Brasileiro Sub 8 da CBSurf, disputado na categoria masculina em 2017; a terceira posição no ranking Abrasp na Sub 10 em 2019, além de dois títulos (2017 e 2018) no circuito local do Recreio dos Bandeirantes, na Sub 8.

Lanay Thompson parte para o ataque na direita da Praia do Diabo.

E o currículo da jovem surfista ganhou uma nova página no último fim de semana (21 e 22), no Arpex Groms, etapa que abriu o Circuito Estadual do Rio em 2020 e realizadana Praia do Diabo.

Lanay competiu numa categoria acima da sua, a Sub 12 Feminina, e se deu bem, sendo a campeã. “A Lanay é uma garotinha muito competitiva, e não se intimida em competir na categoria acima da dela”, afirma a orgulhosa mãe, Mainá.

Comemoração em família.

Lanay está apenas no início da vida competitiva, mas já sabe bem o que quer. “Meu sonho é competir pelo mundo na companhia dos meus pais”, diz a atleta, que está focada em ser campeã estadual.