Bodyboarders duelam na web

Taça Nacional de Bodyboarding Virtual terá premiação de R$ 4 mil; inscrições vão até dia 15 de setembro.

0
Eder Luciano é um dos nomes fortes do bodyboarding brasileiro.

Encarando os desafios impostos pela pandemia, os organizadores de eventos precisaram se reinventar nestes tempos tão difíceis. Mas com a criatividade é possível realizar feitos que pareciam inimagináveis até pouco tempo.

Com esse propósito nasce a Taça Nacional de Bodyboarding Virtual 2020. Com a suspensão dos campeonatos presenciais, a Swell Eventos lança o primeiro evento virtual da modalidade com premiação de R$ 4 mil e uma ampla organização para atender os melhores atletas do País.

“A Taça Nacional de Bodyboarding Virtual faz parte de um ideia que teve início com o surfe. Nós fizemos uma edição do Surf Talentos Oceano (evento tradicional de categorias de base em Santa Catarina) e o evento foi um sucesso com quase 100 atletas participando. Como o bodyboard é um esporte extremamente vitorioso em nosso País decidimos ampliar as ações para a modalidade e tivemos um grande respaldo da Confederação. Logo no primeiro dia já tivemos muitos atletas inscritos”, explica Fred Leite, organizador do evento.

A competição será realizada da seguinte forma: entre os dias 31 de agosto e 15 de setembro os atletas interessados poderão se inscrever em quatro categorias – Profissional Masculino, Profissional Feminino, Amador Masculino e Amador Feminino. Após a inscrição o atleta estará apto a iniciar o período de captação de imagens das ondas. Vale surfar em qualquer praia do Brasil seguindo os critérios estabelecidos pela organização. A janela de filmagens vale da data da inscrição até o dia 30 de setembro.

Antes de iniciar as gravações o atleta deverá realizar uma breve narração mostrando elementos como a data e o horário, prancha e traje utilizados, entorno da praia falando o nome do local e a cidade, entre outros itens disponíveis no regulamento. Após a captação do material as imagens deverão ser enviadas com descrição para a comissão organizadora e as mesmas serão avaliadas por um quadro técnico de árbitros chancelados pela Confederação Brasileira de Bodyboarding.

Cartaz da Taça Nacional de Bodyboarding.

“Estamos muito ansiosos para julgar os atletas. Será um formato inédito para todos nós. O nível dos atletas brasileiros é muito alto, assim como o do nosso quadro técnico. Todos os profissionais têm experiência em eventos internacionais e nós criamos critérios para tornar a disputa o mais justa possível”, explica Chico Garritano, Head Judge do Circuito Mundial de Bodyboarding e responsável pela comissão técnica do evento.

Todas as informações do evento estão disponíveis no site da Swell Eventos.

Resultados e premiação Após todos os processos de recepção, edição básica dos arquivos, julgamento, locução, unificação dos trabalhos e edições finais, os resultados serão apresentados em formato de filme (vídeo) a partir do dia 17 de outubro.

Serão premiados os quatro primeiros colocados de cada categoria (1º, 2º e os dois 3º lugares), conforme o seu lugar no pódio. Nas categorias Profissional Masculino e Profissional Feminino os atletas concorrem a R$ 4 mil em prêmios (R$ 2 mil para cada divisão), além de kits e troféus. Já nas categorias amadoras os atletas serão premiados com kit e troféus.

A Taça Nacional de Bodyboarding Virtual 2020 é uma realização da ASM Bodyboarding. Produção: Swell Eventos. A etapa virtual é inédita e conta com a supervisão da FECAB e chancela da CBRASB. O evento conta com o apoio da Luxo de Sereia, Suntech, Mil Ervas, Acqua di Aloe e Genesis Bodyboarding.