Noronha à flor da pele

Baiano Hilton Issa relata dias de adrenalina e emoção no big swell de março em Fernando de Noronha (PE).

0

Cheguei a Fernando de Noronha no primeiro dia de março, com a previsão do maior swell desde 1998, ano em que a força da maré destruiu boa parte da ilha.

Não deu outra, ao chegar à praia, no auge do swell, já senti a movimentação de Buday Santos, Wilson Nora, Armando Daltro, Roberto Vieira e mais alguns locais. A remada prometia.

A galera entrou pelo lado esquerdo da pedra Dois Irmãos, na praia do Sancho, depois de perceber que não era possível varar pela praia do Bode. Ficou combinado que esperariam todos chegar ao outside e só então começariam a sessão.

Feito uma reza entre eles, conseguiram chegar ao terceiro reef para pegar as ondas após um reconhecimento de distância e localização. No final da série havia uma afiada bancada de coral, onde o erro poderia custar caro.

Buday, Wilson Nora, Mandinho, Val, Marcos Monteiro, Uca, Robertinho Vieira, entre outros. Cada um no seu nível, mas todos tiveram êxito e saíram ilesos, de cabeça feita.

Não dormi naquele dia de tanta adrenalina com tudo que vi e aprendi. Lembrou-me até a época de lendas como Renan Pitanguy, Otavio Fabio e Maurinho Pacheco, Rato Proença, os irmãos Picuruta, Odalto Castro, Roberto Valério, Rogerio Izetti (Broca), Taiu Bueno e Zorrinho.

Quando o swell diminuiu um pouco, foi a minha vez de encarar as ondas da ilha. Espero voltar em breve!

Hilton Issa é representante das marcas Keahana e da X-Tra Foam no Brasil. Para saber mais sobre seu trabalho, acesse o perfil @hiltonissasurfboards no Instagram.