Surfe na quarentena

Edinho Leite dá dicas de filmes recentes para ajudar a matar a fissura.

0

Isolado e desolado por estar longe das ondas, Edinho Leite dá quatro dicas de filmes recentes que estão liberados na web e que podem te ajudar a matar a saudade de cair na água (ou aumentar a fissura)!

1 – The Best of Craig Anderson in the Stab Innocents Project

Produção muito interessante da Stab, que colocou Craig Anderson na posição de “mentor” de uma molecadinha quebraceira na busca por ondas perfeitas. É legal ver que a garotada “viajou na viagem” do Craig Anderson de surfar com vários tipos e estilos de prancha: bonzer, monoquilha, fish, biquilha… Como resultado temos sessões de surfe alucinantes, com linhas muito variadas.

2 – Salvaged – A Surf Film

Esse é para a turma que gosta de longboards, monoquilhas e pranchas clássicas. Duas temporadas geraram essas imagens de algumas ilhas, na Indonésia. São ondas diferentes daquelas que costumamos ver por aqueles mares, já que o surfe desses caras também seguem outras linhas. Os locais Deni Firdaus e Husni Ridhwan dão aula juntamente com Harrison Roach, Matt Cuddihy, o shaper e surfista Thomas Bexon e Zye Norris. Qualidade tranquila e bem humorada nas ondas e trilha sonora.

3 – Fairy

Não é daqueles filmes que eu assistiria cem vezes, mas há algo interessante na produção independente, da Highline Surf Co. Um time não tão conhecido, mas com talento suficiente para gerar cenas que nos deixam com vontade de tentar o que eles estão conseguindo fazer em ondas da Indo, Austrália e Europa.

É mais fácil pensar que a gente consegue surfar como eles do que quando assistimos a filmes com os “supersurfers”. Cenas curtas, poucas sequências com mais de duas manobras e música inquietante (não me gusta mucho), porém, há manobras e ondas que nos fazem querer voltar para o mar.

4 – Quarentine Edits / Vol. 1

Curta do Caio Faria que mostra Jessé Mendes e seu polidíssimo estilo em ondas europeias. Show de fotografia e manobras sem afobação. A viagem é curta, mas merece atenção. O título não poderia ser mais adequado.