Alto nível em Noronha

Mateus Sena finaliza pré-temporada intensa de treinos nas ondas de Fernando de Noronha (PE).

0

De olho no título mundial Pro Junior em 2020, o potiguar Mateus Sena treinou forte no quintal de casa e teve sua pré-temporada finalizada em Fernando de Noronha (PE) com muito treino e a participação no QS 5.000 Hang Loose Pro Contest.

O mar esteve clássico por quase todos os dias na ilha, com ondas manobráveis e tubulares variando entre 1 e 2 metros. Dias intensos de sol, surfe e longas caminhadas em busca do lugar perfeito para expandir o conhecimento nas pesadas e tubulares ondas do arquipélago de Fernando de Noronha.

“Foi uma temporada quase perfeita. Eu consegui evoluir principalmente nos tubos, que era um dos meus principais objetivos, e no final tive o meu prêmio: um tubo de responsa no penúltimo dia. Queria ter avançado mais no campeonato, mas sei que minha hora ainda vai chegar entre os profissionais. Mal posso esperar por mais uma temporada na ilha e competir naquele lugar mágico”, diz Sena

De Noronha, Mateus seguiu para a Bahia onde conquistou o vice-campeonato na primeira etapa do CBsurf Junior Tour, evento válido pelo brasileiro amador de 2020 e realizado pela Confederação Brasileira de Surf. Logo em seguida, as viagens e competições foram interrompidas pelo surto de Covid-19 que assusta o mundo.

À procura de um patrocinador principal, Mateus Sena passa por dentro dos tubos da Cacimba do Padre.

Nos planos de 2020, Mateus tem a busca do seu terceiro título brasileiro pela Confederação e a vaga no seu terceiro mundial júnior da ISA (Internacional Surf Association). Em paralelo, ele compete também pelo título sul-americano pro junior sub 18 realizado em 5 etapas pela WSL (World Surf League), o que lhe garante a vaga no mundial sub-18, também realizado peça WSL e que nos últimos dois anos aconteceu na ilha de Taiwan.

O potiguar busca para 2020 um novo patrocinador principal que ajude a custear todos os seus compromissos de competições. Mateus fez parte da equipe Oakley Brasil por oito anos, desde os 10 anos de idade. Juntos, venceram todos os títulos nacionais e estaduais que disputaram em todas as divisões.

A saída de Mateus da Oakley está diretamente relacionada à mudança de postura da marca em todo o mundo que, ao longo dos anos, vinha cortando investimentos no surfe. A mudança atingiu vários atletas, inclusive o Mateus.

“Eu já esperava que isso pudesse acontecer porque ele era há dois anos o último atleta da marca em todo o mundo com um adesivo no bico, o que caracteriza a marca como patrocinador principal. Mas só temos a agradecer essa longa parceria que nos levou a todos os lugares aonde ele precisava ir para conquistar os resultados que ele coleciona e se tornar o que ele é hoje. Nada mudou, vamos em frente. É esperar toda essa crise que o mundo enfrenta por causa da Covid-19 passar e voltar a trabalhar duro, passar bateria e ganhar campeonatos que as coisas acontecem naturalmente”, diz Eros Sena, pai e treinador do atleta.

Mateus tem patrocínios do Açaí do Joca Jr. e Bolsa Atleta Nacional, além de apoio das pranchas Ricardo Martins, CT Surf Wax, Fisioterapeuta Felipe Nascimento, RM10 e nutricionista Adriana Gurgel.