Tainha x surfe

Conflito em Itapirubá

Surfistas e pescadores se desentendem em dia de boas ondas em Itapirubá, Imbituba (SC).

0
Itapirubá é um dos picos de surfe de Imbituba (SC).

Durante a temporada de pesca da tainha, grande parte das praias de Santa Catarina são fechadas para a prática do surfe, que vai de 1º de maio até meados de julho.

Além de ser respaldada pela legislação local, a proibição costuma ser respeitada pela maioria dos surfistas. Também existem vários acordos entre associações de surfe e de pesca no estado para que a harmonia seja mantida.

No entanto, no último final de semana foi registrado um conflito entre surfistas e pescadores em Itapirubá, Imbituba. Segundo o fotógrafo Isaac Scharmann, pescadores da Praia da Vila foram ao local e não respeitaram um acordo feito com a galera do surfe.

“Pescadores da Vila estavam em Itapirubá e não respeitaram o acordo feito com os surfistas (…) em dia que o mar estivesse grande, sem condição de colocar o barco na água e sem peixe, poderíamos surfar”, respondeu Scharmann em um dos comentários no seu perfil do Instagram.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por ISAAC SCHARMANN (@scharmannsurfphotos)

As imagens viralizaram nas redes sociais e, ainda segundo Scharmann, os pescadores agiram com truculência até a chegada da Polícia Ambiental.

“Expulsaram todos da água, como se fossem locais. Sendo que os pescadores nativos dali de Itapirubá nem tiraram o barco do rancho. E por fim tentaram fugir da Polícia Ambiental por circularem com o caminhão e vários carros dirigindo pela praia desde a Vila até Itapirubá, o que é proibido. Foram multados! E a Policial Ambiental voltou e liberou o surfe”, conta o fotógrafo.

Até o momento, a Polícia Militar Ambiental de Santa Catarina não divulgou nota sobre o episódio.