Prancha mágica para todos

Plataforma de aluguel de pranchas, Dropar Surf Club inicia operação nesta segunda-feira (4) no Rio de Janeiro.

0
Fernando Peressutti, Xandinho Fontes e Marcelo Trekinho: Dropar Surf Club aposta no compartilhamento de pranchas para solucionar os problemas do dia a dia dos surfistas.

Se você é surfista, certamente já se deparou com alguma dessas situações: a) Você planeja uma surf trip, investe alto para ter um bom quiver e viajar com todas as pranchas, mas no segundo dia da viagem as suas principais pranchas estão quebradas; b) Em meio aquela viagem de negócios, você antecipou todas as tarefas e sobrou um tempo para cair no mar, mas não tem prancha para desfrutar desse momento; c) Ao procurar uma prancha nova, você não sabe qual escolher e não tem como fazer um test drive da nova nave…

Lançada nesta segunda-feira (4), a Dropar Surf Club promete solucionar esses problemas e surge como uma plataforma revolucionária de aluguel de pranchas. Através do site Dropar, o usuário terá diversos planos de assinatura à disposição, podendo escolher marcas e modelos de pranchas que estão entre as melhores do mundo. E olha que entre as opções estão algumas naves, como Al Merrick, Pyzel, Chilli, Stretch, JS, Ogro, dentre outras.

“A Dropar entra no mercado para quebrar paradigmas. Nós ofertamos aluguel das melhores marcas do mercado a um excelente custo-benefício. O surfista não precisa mais investir altas quantias para ter uma prancha que já esteve nos pés de um campeão mundial, por exemplo. Seja qual for o nível de surfe, a onda, o objetivo do surfista, a Dropar tem as pranchas para todos os mares”,  garante Fernando Peressutti, CEO e fundador da Dropar.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Dropar Surf Club (@droparsurfclub)

Foi justamente a partir de algumas experiências de Fernando, surfista desde os 10 anos de idade, que surgiu a ideia. Além de ter se decepcionado com algumas pranchas que comprou e não funcionaram, em uma surf trip que fez para a Indonésia, levou uma biquilha para pegar o tão sonhado mar perfeito, mas acabou quebrando a prancha na primeira onda.

“A Dropar surge para fazer com que as pessoas possam experimentar, surfando com o maior número possível de pranchas, quilhas, tipos de ondas e condições do mar. É caro ter um bom quiver e a Dropar soluciona esse problema oferecendo as pranchas que o surfista precisa ter em sua rotina. Nós vivemos a era do compartilhamento, com diversas ideias inovadoras que revolucionam segmentos no Brasil e no Mundo. Acredito que o surfe ainda tem muito a evoluir nesse sentido”, projeta Peressutti.

Para conquistar o exigente e concorrido mercado brasileiro, a Dropar aposta alto em qualidade, desde a escolha das pranchas e quilhas, passando pelos parceiros estratégicos e chegando à operação no berço do surfe no País, o Rio de Janeiro. Nesta primeira etapa, o funcionamento da Dropar se dará em pontos espalhados pelas praias cariocas.

“Contamos com parceiros que foram essenciais para que a Dropar saísse do papel. Nossos pontos de retirada estão em locais consagrados, como a Praia da Macumba, no Longboard Paradise, e a Praia do Pepê, no Clássico Beach Club. Além disso, contamos com um sócio fundamental nessa engrenagem, que nos traz conhecimento diário, que é o Trekinho. Acreditamos que é um modelo de negócio que tem tudo para conquistar os surfistas”, explica o chefe de operações Alexandre Fontes Filho, o Xandinho, que acumula uma vasta experiência no mundo do surfe brasileiro e mundial.

Como bem lembrou Xandinho, quem também faz parte do projeto é o surfista Marcelo Trekinho, referência para toda uma geração de fãs do esporte. Sócio e atleta da marca, Treko é a cara da Dropar, carregando em seu DNA um lifestyle de muita vibe e surfe com os amigos.

“De cara, eu fiquei encantado com o projeto da Dropar. Todas as nossas pranchas são alugadas com um kit que contêm capa, quilha, leash e parafina. É uma excelente iniciativa, que atende diretamente a quem sonha em surfar com uma nave e não tem como comprar, ou simplesmente não quer ter o trabalho de viajar ou levar a prancha até a praia. Perceba que agora você pode viajar para o Rio de Janeiro sem levar prancha, além de ter a possibilidade de alugar pranchas para montar um bom quiver para uma surf trip”,  destaca Trekinho.

Para surfar com uma prancha da Dropar, é muito simples. Basta acessar a plataforma, escolher sua prancha, retirar no local escolhido e curtir seu dia de surfe sem preocupações. Então, quando você quiser surfar, já sabe que pode experimentar esse novo formato. E, seja qual for seu tipo de surfista, a prancha mágica vai estar disponível na Dropar Surf Club.

Para saber mais, acesse o site Dropar.