Austrália declara emergência

Surfistas como Joel Parkinson e Mick Fanning pedem ajuda no combate a um dos maiores incêndios florestais já registrados na Austrália.

0
Incêndios de causas naturais se alastram por cerca de 10.000 km², incluindo regiões litorâneas em New South Wales.

O governo de New South Wales, Austrália, decretou estado de emergência na última segunda-feira (11) devido ao agravamento dos incêndios florestais que ameaçam uma gigantesca área que vai de Sydney até Byron Bay.

Desde sexta-feira (8), as queimadas já resultaram em mortes e em enormes prejuízos ambientais. Mais de 300 coalas de uma reserva no litoral do estado morreram por causa dos incêndios.

Surfistas como Joel Parkinson e Mick Fanning também pediram ajuda através das redes sociais no combate aos incêndios. Atualmente, 60 focos atingem o estado, 40 dos quais estão ficando fora de controle.

Com a previsão desfavorável, há chances de maior propagação do fogo para esta terça-feira (12). Ministro de Serviços Emergenciais de New South Wales, David Elliott afirmou que a queimada desta semana pode ser a “mais perigosa que esta nação já viu”.

O incêndio — de causas naturais — se alastra por cerca de 10.000 km² de florestas e plantações, área seis vezes maior que a da cidade de São Paulo, e atinge também o estado de Queensland, ao norte.

O fogo já resultou na morte de três pessoas e destruiu mais de 150 casas. Cerca de 100 pessoas foram hospitalizadas, dentre elas 20 dos 1.500 bombeiros que lutam contra as chamas com auxílio das Forças Armadas.

Fonte Veja