Em busca da medalha

Seleção brasileira já está escalada nas ondas de Punta Rocas para a histórica estreia do surfe nos Jogos Pan-Americanos.

0
Robson Santos briga pela medalha de ouro nos Jogos de Lima 2019.

Pela primeira vez na história o surfe foi incluído nos Jogos Pan-Americanos, que terá a sua 16ª edição entre os dias 26 de julho e 11 de agosto em Lima, Peru.

O paulista Robson Santos e a fluminense Karol Ribeiro representam o Brasil no surfe, enquanto Chloé Calmon e Wenderson Biludo estão escalados pela CBSurf (Confederação Brasileira de Surf) no longboard.

As modalidades serão disputadas em Punta Rocas, lugar histórico para o surfe peruano e palco de etapas do circuito mundial no final dos anos 1960.

Além do surfe e do longboard, o SUP também participa pela primeira vez dos Jogos, que são disputados a cada quatro anos e considerados um evento preparatório às Olimpíadas.

Luis Diniz e Nicolle Pacelli (SUP Wave), além de Lena Guimarães e Vinnicius Martins (SUP Race), tentarão trazer mais medalhas para o Brasil em Lima.

Nos dias 26 e 27 de junho, autoridades da Associação Pan-Americana de Surfe (PASA, em inglês) realizaram uma visita de inspeção ao Centro de Alto Rendimento que está sendo construído em Punta Rocas.

Centro de Alto Rendimento está sendo construído em Punta Rocas, sede do surfe, longboard e SUP.

Presidente da PASA, Karin Sierralta foi ao local acompanhada de funcionários do governo peruano e delegações de países que já estão treinando nas ondas do local.

“Para mim é um prazer indescritível materializar um sonho de tantas pessoas no Peru e no resto do continente. Tenho certeza de que este Centro será referência para nossos países irmãos”, declara Sierralta.

“Estamos perto de um evento histórico no melhor cenário possível. Seremos testemunhas das primeiras eliminatórias para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020”, complementa a presidente, lembrando que os primeiros surfistas elegíveis (masculino e feminino) garantem uma vaga para Tóquio (confira os critérios de classificação aqui).

Segundo as autoridades da organização de Lima 2019, as primeiras fases da obra do complexo serão entregues no próximo dia 12 de julho. As competições de surfe começam no dia 28.