Comitê garante Jogos

Comitê Organizador das Olimpíadas de Tóquio garante que os Jogos serão realizados no próximo ano.

0
Italo Ferreira e Gabriel Medina representam o surfe masculino do Brasil em Tóquio.

Chefe do Comitê Organizador de Tóquio 2020, Yoshiro Mori afirmou que as Olimpíadas e as Paralimpíadas serão realizadas no próximo ano a qualquer custo.

Durante evento realizado na última segunda-feira (28), o dirigente voltou a reforçar a confirmação do evento diante da falta de garantias de que a pandemia de coronavírus chegará ao fim até lá. “Não importa o que aconteça, seremos capazes de realizar as Olimpíadas”, disse Mori.

A afirmação foi feita logo após o anúncio da data do revezamento da tocha olímpica. O tradicional evento será realizado a partir de 25 de março do ano que vem e passará por vários pontos do Japão. O começo do trajeto será em Fukushima, local arrasado por um terremoto em 2011, e o lema será “Esperança ilumina nosso caminho”.

Nas últimas semanas, os organizadores estão avaliando quais medidas serão implementadas durante as Olimpíadas no combate à pandemia. Uma força-tarefa composta por funcionários do Governo Japonês, Governo Metropolitano de Tóquio e Tóquio 2020 se reúne regularmente para discutir o tema.

Entre as principais medidas, o governo japonês relaxará as restrições de entrada no país para permitir que os atletas viajem e treinem durante os Jogos. Atualmente, o Japão tem uma proibição de entrada para 159 países e regiões, embora a expectativa é de que as imposições sejam diminuídas a partir do próximo mês.

Presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach também tem reafirmado a confiança na realização dos Jogos. Ele afirmou que o sucesso do Campeonato Mundial de Ciclismo, na Itália, na semana passada, serve como exemplo.

“Isso nos deixa muito confiantes porque vimos nos últimos meses que é possível realizar grandes eventos esportivos em um ambiente seguro, mesmo sem vacina”, disse Bach.

Durante discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, Yoshihide Suga, que sucedeu Shinzō Abe como Primeiro-Ministro japonês, também prometeu que o país “não pouparia esforços” para garantir que as Olimpíadas sejam um evento seguro.

As Olimpíadas terão início no dia 23 de julho, com fim em 8 de agosto. As Paralimpíadas serão realizadas pouco depois, entre 24 de agosto e 5 de setembro.

Fonte G1