COB adia prêmio

Devido ao surto de coronavírus, Prêmio Brasil Olímpico (PBO) é cancelado pela primeira vez em 21 anos.

0
Italo Ferreira foi um dos indicados ao Prêmio Brasil Olímpico em 2019.

Pela primeira vez em 21 anos, o Prêmio Brasil Olímpico (PBO) será cancelado. De acordo com o Blog Olímpico, a edição de 2020 não será realizada em razão do surto do novo coronavírus, que impossibilitou a maior parte dos atletas de competirem nos últimos sete meses.

Assim, a entrega dos prêmios para os melhores atletas do País não acontecerá. Na última edição, em dezembro de 2019, o ginasta Arthur Nory e a boxeadora Bia Ferreira conquistaram os principais prêmio da festa. Já os brasileiros Italo Ferreira e Gabriel Medina foram indicados nas categorias Atleta da Torcida e Atleta do Ano, respectivamente.

Apenas uma edição da premiação promovida pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) havia sido adiada, desde sua criação em 1999. E foi justamente o Prêmio no ano dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Com o argumento de que uma greve de funcionários não permitiria que a festa ocorresse no Theatro Municipal, no Rio, a entrega dos prêmios referentes a 2016 foi realizada apenas em março de 2017. E aconteceu na Cidade das Artes, onde o Prêmio é entregue até hoje.

O Prêmio Laureus, chamado por muitos como o Oscar do Esporte mundial, ainda não confirmou a próxima edição. A última premiação ocorreu em fevereiro deste ano, em Berlim, na Alemanha.