Sebastianenses afiados

Representantes de São Sebastião querem manter o título em casa na etapa de abertura do Let’s Poke Surf Challenge, dia 28 de março, na Praia da Baleia (SP).

0
Rodrigo Saldanha é o mais experiente entre os oito competidores de São Sebastião.

A cidade São Sebastião estará bem representada na abertura do Let’s Poke Surf Challenge, o recém-criado circuito que chega com a maior premiação do Brasil para as categorias de base.

O município do litoral norte paulista recebe a primeira das três etapas no próximo dia 28 de março, na Praia da Baleia, contando com nomes de ponta, como Rodrigo Saldanha, Murillo Coura, Sophia Gonçalves e Luana Reis.

Cada cidade envia um representante por categoria individual, mas como os sebastianenses são os anfitriões, têm direito às vagas em dobro. As escolhas são feitas com base no ranking municipal de 2019, prestigiando as associações locais, uma vez que a proposta do campeonato é o fortalecimento do trabalho de base do surfe.

Na Masculina e Feminina Sub 16, os campeões ganharão passagens aéreas para o Havaí, e os melhores da Masculina sub 12 e Feminina Sub 14 viajam para o Peru.

Luana Reis chega com moral na Sub 14.

Na Masculina Sub 16, Murillo Coura e Rodrigo Saldanha, o mais experiente entre os oito competidores, serão os nomes oficiais, enquanto que na Sub 12, estarão João Vitor e Enzo Yagui. Entre as meninas, o principal nome é Sophia Gonçalves, atual campeã estadual, e Letícia Peixe, na Sub 16, e Luana Reis, uma das grandes revelações do Estado, e Mayara Zampieri, na Sub 14.

Aos 15 anos, Rodrigo vem de vitória na final do Rip Curl Grom Search no Rio de Janeiro e diz estar confiante. O atleta conhece bem o Havaí e fala que o sonhado destino para qualquer surfista é um grande incentivo para buscar o título. “Estou muito animado. O campeonato terá um prêmio ótimo e isso dá uma motivação a mais, com certeza”, diz o atleta, que já esteve sete vezes no arquipélago havaiano, a primeira oportunidade com apenas seis anos.

Depois da Baleia, o Let’s Poke Surf Challenge terá etapa em Santos, junto ao Quebra-Mar, no mês de agosto, e a final novamente em São Sebastião, na Praia de Camburi, em outubro. Além das passagens aéreas aos campeões, o Circuito distribuirá prêmios aos finalistas das quatro categorias, oferecendo equipamentos voltados para o cotidiano do surfista. “Pelos atletas de São Sebastião, já temos uma ótima mostra do nível técnico do Circuito. Será um início em grande estilo”, afirma o diretor técnico do campeonato, Daniel Miranda.

Murillo Coura defende as ondas do quintal de casa.

Mais informações sobre o Circuito, pelo site Let’s Poke e pelas redes sociais @lets_poke (Instagram) e Let’s Poke Br (Facebook). Let’s Poke Surf Challenge tem o patrocínio da Rappi. Apoio: Chazam, Miwa Beach Club, Star Point, Sun Tech, Rip Cord, Seca Surf e Power Balance. Colaboração: Waves, Associações de Surfe de São Sebastião e Santos e Prefeituras de São Sebastião e Santos.