Maluco persegue Steph

Polícia prende assediador de Stephanie Gilmore durante o Tweed Coast Pro; Squire Winter, 66 anos, teria violado ordem judicial de manter distância da atleta.

0
Stephanie Gilmore acabou com o vice-campeonato do Tweed Coast Pro e uma nova dor de cabeça.

No último final de semana, vários Tops australianos da elite mundial participaram do Tweed Coast Pro, evento especial organizado pela WSL em Cabarita Beach, New South Wales.

O que deveria ser um momento especial para a heptacampeã mundial Stephanie Gilmore, acabou tornando-se uma dor de cabeça quando o stalker Squire Winter, 66 anos, se aproximou da atleta.

Steph estava no estacionamento do evento e retirava a prancha do carro quando um homem perguntou como ela estava: “Bem”, respondeu Steph.

– Ok, então nos encontramos mais tarde, retrucou Winter.

Em um primeiro momento, a Top não reconheceu o perseguidor, mas Squire Winter já havia assustado Gilmore no início deste ano, o que a levou a entrar com uma ordem de restrição contra o sujeito.

Assim, Squire não tinha permissão para entrar em contato com Gilmore, procurá-la ou chegar a 500 metros do seu local de trabalho. No entanto, ele quebrou a ordem judicial no último domingo.

Após o sucedido, Gilmore disse à polícia que não se sentia segura. Winter, que mora em Glenreagh, a noroeste de Coffs Harbour, foi encontrado pelas autoridades a cerca de 50 metros do estacionamento do evento. Ele teria dito que estava a caminho de Brisbane quando parou para usar o banheiro e viu Stephanie.

Detido, Winter apareceu no tribunal local de Tweed Heads nesta semana, onde declarou-se inocente da acusação de violar uma ordem de proteção. O pedido de fiança foi negado pelo juiz Geoff Dunley por haver uma extrema preocupação com o bem-estar de Steph. O magistrado também citou o longo histórico de violações anteriores do stalker.

A decisão também deveu-se ao fato de Winter ter viajado uma longa distância para violar a ordem, o que o magistrado considerou um indicativo de “comportamento obsessivo e algum grau de planejamento”.

Em 2010, Stephanie Gilmore foi atacada na porta do seu apartamento por outro perseguidor, situação que resultou num trauma físico e mental para a sete vezes campeã mundial.