Victor dá um salto

Destaque nas categorias de base, potiguar Victor Costa busca patrocínio para iniciar carreira como profissional.

0
Alexandre Ramos
Victor Costa pretende disputar o QS em 2018.

Local de Ponta Negra, Natal (RN), Victor Costa vai em busca da profissionalização na próxima temporada. Aos 18 anos, ele já possui títulos em campeonatos estaduais e nacionais. Victor também tem no currículo participações em competições internacionais no Peru e na Argentina.

Nascido e criado na Vila de Ponta Negra, aos 8 anos de idade o garoto começou a surfar incentivado pela mãe, que queria mantê-lo longe das drogas. Aos 11, começou a competir e, aos 12, já conquistava seu primeiro título estadual amador.

O surfe o manteve à margem do assédio do tráfico e da criminalidade, e deu a Victor objetivos maiores. “Quero viver do surfe e, através dele, dar uma vida melhor para minha família”, planeja o atleta, que pretende competir profissionalmente o maior número possível de etapas do Qualifying Series em 2018, a divisão de acesso à elite mundial.

Para o sonho virar realidade, Victor mantém uma rotina disciplinada dentro e fora do mar. Acorda todos os dias às 4:50 para surfar até às 6:40 horas. Às 7 horas, chega à escola. E à tarde retorna às ondas de Ponta Negra ou vai ao treino de fortalecimento muscular. Dorme cedo, cuida da saúde e estuda inglês, pensando na carreira internacional.

Victor abriu mão de morar na praia da Pipa, com a mãe. Preferiu ficar na Vila de Ponta Negra, morando com a avó. “Pipa é um bom local para o surfe, mas aqui fico perto das pessoas que me apoiam, posso me dedicar aos estudos, com o apoio da minha escola, e me dedicar aos treinos”, conta.

O surfista também realiza treinamentos frequentes em Fernando de Noronha (PE), com apoio do Vila Hostel Noronha, do empresário Pedro Pierre, que aposta no sucesso da carreira de Victor. Quem também acredita no potencial do garoto da Vila são Danilo Costa e Jadson André, que viram o menino crescer nas ondas de Ponta Negra.

Fidel Dantas
Surfista possui vários títulos nas categorias de base.

“Victor Costa tem uma carreira brilhante nas categorias de base, chegando a vencer uma etapa de nível nacional, que é o Pena Little Monster, e mostrando pro Brasil o seu potencial. Em 2018 já é hora de ele estender os resultados na categoria Profissional, que pelo seu potencial tem chances reais de sucesso”, comenta Danilo Costa, técnico do consagrado Jadson André, também nascido e criado na Vila de Ponta Negra, assim como Victor.

“É muito bom saber que tenho influência na carreira do Victor. Além disso, como somos amigos e posso contribuir ainda mais, passando minha experiência para ele. Fico feliz em saber que toda a minha dedicação como atleta e como pessoa está sendo reconhecida pela nova geração. Victor tem muitas qualidades. É um garoto focado e com sede de vitórias. Aconselho ele a canalizar tudo isso pra encarar esta nova fase de sua carreira”, complementa o treinador.

Para Jadson André, Victor Costa se destaca pela força de vontade. “É um garoto muito dedicado. Isso sem dúvida faz muita diferença. Uma marca que se associa a um atleta como ele certamente vai estar em evidência, porque Victor sempre termina entre os primeiros nas competições que disputa. Finalizou esse ano com uma grande vitória na categoria profissional do Circuito Surf Alternativo, válido como um campeonato estadual de surfe. 2018 promete para ele”, prevê o ídolo local.

Em busca de patrocínio

No momento, Victor não pensa em outra coisa a não ser disputar o máximo possível de etapas do QS em 2018. As provas sul-americanas começam em fevereiro, dias 22 a 27, no norte do Peru. É para essa competição que o atleta busca patrocínio, que viabilizem passagens, hospedagem e alimentação.

“A empresa ou marca que investir em mim vai crescer comigo, pois estou me dedicando para conquistar os títulos que me levarão à elite do surfe mundial e, assim, darei visibilidade aos meus patrocinadores”, almeja o atleta.

Títulos de Victor Costa

2017 Campeão do Circuito Surf Alternativo (Profissional)
2016 Campeão Nordestino Pro Junior / campeão do Circuito Dore Surf Kids (Pro Junior)
2015 Campeão Nordestino / campeão do Circuito Pena Little Monster
2014 Campeão potiguar (sub 16)
2013 Campeão Nordestino / campeão do Circuito Pena Surf Nordeste (sub-14)
2012 Campeão paraibano (sub-14 )
2011 Campeão potiguar / campeão do Circuito Smolder Surf Kids (sub-12)