Polícia mata surfista

Surfista espanhol Diego Bello Lafuente é morto nas Filipinas em operação antidrogas comandada pela polícia local.

0
Pablo Montero / Dukesurf
Diego Bello Lafuente era figura conhecida do surfe na Galícia, Espanha.

O surfista espanhol Diego Bello Lafuente, de 32 anos, foi morto na ilha de Siargao, Filipinas, em uma operação antidrogas comandada pela polícia local.

Muito conhecido e querido pela comunidade do surfe na Galícia, Diego era local de Arteixo e chegou a frequentar as categorias de base do time de futebol Deportivo La Coruña.

Segundo a versão da polícia local, Diego era um traficante de drogas e teria recebido os oficiais a tiros, por isso acabou morto.

Já a família de Diego nega envolvimento dele com o tráfico de drogas. A embaixada da Espanha nas Filipinas está coletando informações sobre o ocorrido.

“Deportivista com todas as letras e homem do mar”, escreveu o perfil do La Coruña no Twitter.

A agência espanhola de notícias EFE informou que várias organizações de direitos humanos relataram que a polícia filipina tem falsificado evidências para justificar execuções extrajudiciais na escalada contra a guerra às drogas no país.

A ilha de Siargao é um dos principais destinos de surfe nas Filipinas e todos os anos sedia uma etapa do Qualifying Series nas conhecidas direitas de Cloud 9.