Entidade de cara nova

Após período de inatividade, Associação de Surf do Moçambique é reativada em Florianópolis (SC).

0
Moçambique tem seus dias clássicos na capital catarinense.

Após um período de inatividade, a Associação de Surf do Moçambique (ASM) foi reativada e planeja novas atividades relacionadas ao surfe e ao meio ambiente em Florianópolis (SC). Comandada por Sidnei Arute, o “Galo” da Salva Surf, a nova diretoria ficará à frente da entidade até 2021. A praia do Moçambique compõe o Parque Estadual do Rio Vermelho (Paerve).

“A entidade existe desde 2003 e teve muitos momentos interessantes nesta dura caminhada de aprendizado. Realizou muitos eventos locais, logo da sua criação, e ganhou notoriedade pelas ações de preservação e conscientização do meio ambiente. Queremos continuar nessa pegada e priorizar o surfe e os novos talentos”, afirma Arute.

A ação ambiental S.O.S Moçambique, que se tornou um Movimento da ASM, foi criada pela entidade num momento de muita luta para que o antigo Parque Florestal se tornasse uma Unidade de Conservação protegida por lei e assim, junto com a campanha Diga Sim para o Parque não ter Fim, o parque passou a ter uma legislação própria e se transformou no Parque Estadual do Rio Vermelho em 2007.

Em 2011/12 a entidade deu início aos primeiros contatos com os fundadores da Save the Waves Coalition, na intenção de encaminhar a praia e o parque na aplicação da World Surfing Reserves – Reservas Mundiais de Surfe. Anos se passaram e em 2017/18 foi retomado o projeto pelo Biólogo Marcio Mortari, porque nesse intervalo de tempo, a entidade não poderia registrar a aplicação pelo fato de não ter uma diretoria definida e estar com o estatuto fora dos padrões.

Nova diretoria planeja atividades relacionadas ao surfe e ao meio ambiente.

Mortari, então, reanimou a cena e também cooperou para que a ASM retomasse os trabalhos e se organizasse no sentido de promover mais qualidade nas próximas aplicações, pois infelizmente a Reserva Mundial de Surf não foi contemplada este ano e o resultado sai dia 15 de dezembro com a grande vencedora do pleito de 2018.

A ASM recebeu seu registro no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica no dia 23 de Novembro e já está engajada numa empreitada de verão que trará bons frutos à nova gestão que segue até 2021. É a administração de um estacionamento que está sendo implantado no Paerve, como medida Emergencial do Verão 18/19, pois a desordem na praia e a falta de respeito dos usuários em relação às dunas, à restinga e à praia só aumenta, causando bastante incômodo.

Para efetivar a refundação, a entidade fará uma Festa de Lançamento – só convidados – dia 19 de dezembro no Moçamba Restaurante, a partir das 20 horas, com a presença do músico local Tartaruga.

A diretoria ficou assim formada: Sidnei Arute (presidente); Luiz Lanças (vice); Emerson Miranda (secretário de comunicação); Marcelo Martins (tesoureiro); Giovana Lanças (diretoria técnica); Joani Félix (diretoria meio ambiente), além de Cadu Fagundes, Dalton Meneses e Gustavo Bacelar (conselheiros fiscais).