Jacarés patrulham o Recreio

Fortes chuvas e ressaca causam a aparição de jacarés na praia do Recreio dos Bandeirantes, Rio de Janeiro (RJ).

0
Sergio Oliveira
Presença de jacarés tornou-se comum depois de chuva forte ou ressaca no Recreio dos Bandeirantes.

A chuva da semana passada e as fortes ondulações que atingiram o Rio de Janeiro nos últimos dias trouxeram jacarés à praia do Recreio dos Bandeirantes, zona oeste da capital fluminense.

O último deles foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros e a Patrulha Ambiental no domingo (7) na Praia do Pontal. “Toda vez que tem ressaca ou chuva muito forte, eles aparecem. Eu vejo direto. É certo: se chover forte, vai ter”, diz Sergio Oliveira, dono de um quiosque da região, ao site G1.

Segundo ele, os animais chegam à praia boiando em gigogas (planta aquática) com a força da correnteza. “Os jacarés menores vêm flutuando na gigoga. Eles devem ter uns 20 centímetros. Uma mulher até tentou segurar o rabo do jacaré para fazer uma selfie”, conta Oliveira.

A espécie do jacaré é o papo-amarelo e a origem dos animais é o Canal de Sernambetiba, segundo informações do biólogo Mário Moscatelli ao portal Extra.

“O Canal de Sernambetiba, muito poluído, é conhecido como Canal do Rio Morto. Ele está entupido de gigogas. Choveu forte na quinta e na sexta-feira da semana passada, e o canal, encheu. Veio a ressaca e entrou mais água no canal. Quando a maré baixou, a vegetação escoou em direção à praia. Isso já ocorreu outras vezes”, relata Moscatelli.